Gersinho reconhece erros e vê justiça no resultado

Esporte

13 de agosto de 2019 07:59

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

VAR no Brasil demora 46% a mais que recomenda a Fifa

Paraná perde para o São Bento com gol no final da partida

Guarani perde mais uma antes de encarar o Operário

Em casa, Londrina fica só no empate com o Criciúma
Construção do Campo 1 no CT do Operário chega à fase final
Delegação de PG disputa torneio de natação em Curitiba
Tite convoca a Seleção para amistosos de setembro
Apático fora de casa, Operário foi presa fácil para o Bragantino Foto: Ari Ferreira/Bragantino
PUBLICIDADE

Para o técnico do Operário, desempenho do time foi muito abaixo do que era esperado e derrota para o Bragantino foi justa

Não foi só o torcedor alvinegro que se sentiu frustrado com a goelada sofrida diante do Bragantino na noite desta segunda-feira (12), em jogo válido pela 16ª rodada da Série B. O técnico do Operário, Gerson Gusmão, reconheceu que o desempenho da equipe em Bragança Paulista (SP) foi abaixo do esperado e acredita que os 4 a 0 sofridos pelo Fantasma foram justos.

“Jogamos contra uma grande equipe, que estava em uma noite boa, e nós estávamos muito abaixo do que podemos render, do que precisamos render, do que a competição exige. Foi um resultado justo por aquilo que a gente não conseguiu fazer”, avalia o treinador. “Infelizmente, estávamos muito abaixo do que podemos render e acabamos perdendo por um resultado elástico”, completa.

Gusmão também comentou que as mudanças no time também mexeram com a estrutura da equipe e aposta na semana cheia para recuperar alguns jogadores, além de corrigir as falhas demonstradas fora de casa. “Sabíamos que teríamos dificuldades pelas mudanças; quando se muda muito a equipe, se mexe na estrutura, as coisas ficam complicadas, mas algumas alterações a gente tem que fazer por necessidade, outras por ordem médica. Procuramos colocar em campo aqueles atletas que estavam em melhores condições”, garante o técnico.

Como a partida abriu a rodada, o Fantasma dormiu ainda na 11ª posição, com 21 pontos. Agora, o Alvinegro fica de olho nos jogos de Figueirense (contra a Ponte Preta, em casa) e Brasil de Pelotas (Coritiba, fora), os dois times que podem ultrapassá-lo na tabela. Além disso, o Oeste pode empatar em número de pontos se vencer o Atlético-GO fora de casa nesta terça-feira (13), mas fica atrás nos critérios de desempate.

Na próxima terça-feira (20), o Fantasma volta para o Germano Krüger para encarar o Guarani, lanterna da Série B até o início desta rodada.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede