Athletico empata com o Vasco em São Januário

Esporte

22 de setembro de 2019 18:41

Fernando Rogala


Relacionadas

Zagueiro do Operário-PR comenta sobre volta aos treinos

Após testagem do elenco, Operário retoma os treinos

Wanderlei Silva pode enfrentar Mike Tyson em luta épica

Atletas do Operário passam por testes da Covid-19
Fantasma agenda testes de coronavírus para elenco
Operário divulga ações para o Dia Nacional da Adoção
Morre Vadão, ex-técnico da seleção feminina de futebol
Partida foi disputada no Rio de Janeiro Foto: Divulgação/Athletico
PUBLICIDADE

Partida terminou 1X1. Athletico abriu o placar com Madson e Danilo Barcelos empatou o jogo

Em jogo movimentado, Vasco e Athletico empataram por 1 a 1, neste domingo, em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado, os cruzmaltinos chegaram a 24 pontos e não se distanciaram da zona de rebaixamento. Já os paranaenses, com 27, buscam apenas se manter na Série após a conquista da Copa do Brasil.

No primeiro tempo, o confronto foi equilibrado, com boas chances para os dois times. No segundo tempo, o Athletico abriu o placar, com Madson. O Vasco chegou ao empate após pênalti convertido por Danilo Barcelos, em lance com interferência do VAR.

Na próxima rodada, o Athletico recebe o Fortaleza, na Arena da Baixada, nesta quinta-feira. Já o Vasco só volta a campo no próximo domingo, contra o Corinthians, em São Paulo.


O Jogo

A partida começou em ritmo acelerado. O Athletico não se intimidou com o apoio dos cruzmaltinos na arquibancada e buscou o ataque desde os primeiros minutos. Só que o Vasco aproveitou os espaços deixados pelos visitantes para criar boa chance aos dez minutos. Yago Pikachu arriscou da entrada da área, mas Santos fez defesa segura.

O lance amimou os donos da casa, que voltaram a assustar aos 12 minutos. Talles Magno ganhou da marcação e tocou para Raul na área. O volante dominou mal e viu a zaga paranaense salvar o que seria a abertura de placar em São Januário. Na cobrança de escanteio, Osvaldo Henriquez subiu sozinho, mas cabeceou pela linha de fundo.

Enquanto o Athletico tinha mais posse de bola, mas errava na parte ofensiva, o Vasco era mais objetivo e perigoso, principalmente nas bolas aéreas. Os cruzmaltinos desperdiçaram nova chance aos 26 minutos, com Ribamar, que cabeceou sobre o travessão. Três minutos depois, foi a vez de Rossi obrigar Santos a fazer boa defesa.

Os visitantes cresceram na parte final do primeiro tempo. Tanto que aos 39 minutos, o Athletico quase abriu o placar quando Madson cruzou, a bola bateu em Osvaldo Henriquez e só não chegou em Marco Rúben porque Fernando Miguel se antecipou para fazer a defesa. O Vasco soube segurar o ímpeto dos campeões da Copa do Brasil e mantiveram a igualdade até o intervalo.

No segundo tempo, o Vasco levou perigo logo com um minuto. Após cruzamento de Danilo Barcelos, Rossi tentou de bicicleta, mas pegou mal e facilitou a defesa de Santos. Só que a resposta do Athletico veio em grande estilo, aos três. Após falta levantada na área, Madson se antecipou a Fernando Miguel e cabeceou para a rede.

O Vasco se lançou ao ataque e quase empatou ao cinco minutos. Ribamar foi lançado, entrou na área, mas viu Pedro Henrique salvar o Athletico ao desarmar o atacante. Mais uma vez, os visitantes responderam em seguida. Rony foi lançado pela esquerda e chutou na rede pelo lado de fora.

O jogo seguiu em ritmo acelerado, com o Vasco em busca do empate. Aos nove minutos, Ribamar recebeu passe na área e chutou para boa defesa de Santos. No ataque seguinte, foi a vez de Léo Cittadini arriscar de longe e obrigar Fernando Miguel a espalmar para fora.

Aos poucos, os cruzmaltinos passaram a sentir o resultado e errar muitos passes. Com isso, o Athletico se aproveitou para criar algumas boas chances para ampliar o marcador.

Mesmo sem apresentar seu melhor futebol, o Vasco chegou ao empate aos 23 minutos. Danilo Barcelos cobrou falta e a bola bateu no braço de Rony. Após consulta ao VAR, o árbitro Anderson Daronco marcou pênalti para os cariocas. O próprio lateral foi para a cobrança e deixou tudo igual em São Januário.

Depois do empate, a partida caiu em rendimento. As duas equipes erravam muito e diminuíram o ímpeto ofensivo. O jogo só voltou a ter emoção aos 34 minutos, quando Talles Magno chutou cruzado e obrigou Santos a fazer boa defesa. Na cobrança de escanteio seguinte, Marrrony cabeceou pela linha de fundo.

A partir dai, o Vasco cresceu na partida e voltou a criar boa chance aos 37 minutos. Marrony aproveitou cruzamento e cabeceou em cima de Santos. Os cruzmaltinos chegaram a marcar o segundo gol com Raul, mas o lance foi anulado após nova interferência do VAR.

Nos minutos finais, os donos da casa pressionaram, mas não conseguiram chegar ao gol da vitória. O Athletico soube se segurar para manter a igualdade até o apito final.

Informações da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados