Momento Cavali destaca a prática de Tiro Esportivo

Esporte

15 de julho de 2020 20:03

Da Redação


Relacionadas

Hamilton vai largar na pole no GP da Inglaterra

Diretoria garante que Gerson Gusmão fica para a Série B

Ponte vence Santos de virada e está na semifinal do Paulista

Corinthians se classifica para semi com gol de Jô
68% dos torcedores não querem Gersinho no Fantasma
Clássico entre Athletico e Coritiba decide Paranaense
Com gols no fim, Palmeiras bate Santo André e vai à semi
PUBLICIDADE

O convidado desta semana foi o diretor da Associação dos Funcionários e Amigos da Polícia Civil, Ronaldo Oliveira. O especialista também é instrutor de armamento e tiro.

O Momento Cavali desta quarta-feira (15) abordou os tabus relacionados à prática do Tiro Esportivo. Para comentar sobre o tema, o convidado desta semana foi o diretor da Associação dos Funcionários e Amigos da Polícia Civil, Ronaldo Oliveira. O especialista também despachante de armas e instrutor de armamento e tiro.

O tiro esportivo ou desportivo é um esporte legalmente constituído e amparado pela Lei Nº 9.615, mais conhecida como 'Lei Pelé', a qual cita que o desporto brasileiro abrange prática formais e não formais. Ronaldo nos explicou que a prática desportiva formal é regulada por normas nacionais e internacionais e pelas regras de prática desportiva de cada modalidade.

Já prática desportiva não formal é caracterizada pela liberdade lúdica de seus praticantes, com finalidade recreativa, de descontração e até como forma de terapia. O estilo obedece apenas as normas de condutas em estande e regras de segurança no manuseio de arma de fogo. O tiro em si não exige habilidade física específica, apenas um estado emocional adequado e disciplina, pois o atleta faz uso de armas, um produto “perigoso”, seja ela de fogo ou ainda de ar comprimido.

O tiro esportivo é muito versátil, existe uma gama muito grande de modalidades. Ronaldo nos explica que “as modalidades olímpicas, são comandadas pela Confederação Brasileira de Tiro Esportivo, órgão máximo de competições olímpicas e paraolímpicas no Brasil a qual  é filiada à Federação Internacional de Esportes de Tiro, que por sua vez é o órgão dirigente dos eventos de Tiro Olímpico nas disciplinas de rifle, pistola e espingarda. A ISSF é a única organização internacional de esportes de tiro que faz parte do Comité Olímpico Internacional, sendo, portanto, a responsável pelos eventos olímpicos de tiro”. Nos jogos olímpicos são disputadas provas de carabina, pistola e tiro ao prato.

O praticante de tiro precisa saber algumas questões com relação ao que diz a lei, o que difere a posse do porte de arma, lei essa que se estende a todo cidadão comum. “A posse consiste em manter no interior de residência ou domicílio, ou dependências desses, ou ainda, no local de trabalho a arma de fogo, desde que seja ele o titular ou responsável legal. O porte, por sua vez, pressupõe que a arma de fogo esteja fora da residência ou local de trabalho, ou seja carregar junto ao corpo ou no carro”, relata Ronaldo. Segundo o Estatuto do Desarmamento, a lei permite que atiradores desportivos assim como um grande grupo de pessoas tenham o direito a ter armas, desde que com autorizações concedidas pelo Exército. Claro que, com regras a seguir e conhecimento das normas de segurança e da conduta nos estandes.

Seja para esporte ou defesa o primeiro passo que o cidadão deve dar é fazer um curso básico de tiro. Oliveira menciona que “é igual uma autoescola, você precisa fazer aulas de direção, legislação etc., para aprender como conduzir o carro de forma segura. Com a arma de fogo não é diferente, por se tratar de em equipamento que pode ser perigoso, tudo depende de quem opera. O operador/usuário precisa ter domínio pleno sobre a arma, conhecer o básico para que ela cumpra seu papel de forma eficiência”. Em curso básico são ministradas aulas teóricas envolvendo legislação, conhecimentos sobre o próprio armamento, identificação dos tipos de armas, calibres, munições, nomenclatura de peças, além de outros. Mas o mais importante no curso  são os ensinamentos das normas de segurança e conduta no estande de tiro, algo que precisa ser realmente entendido e aplicado em todos os momentos que o aluno tenha o contato com arma. Diz Ronaldo, “é um ensinamento que dura para a vida toda”.

Para mais informações sobre o assunto é só manter contato via Whatsapp 42 99960-1134, ou seguir e curtir no facebook e instagram:

https://www.facebook.com/roshooting  

https://www.facebook.com/afapcpg   

https://www.instagram.com/ronaldooliveira_shooting/  

https://www.instagram.com/afapcpg/  

 

PUBLICIDADE

Recomendados