Jogo entre Goiás e SPFC é suspenso por 8 casos de covid

Esporte

09 de agosto de 2020 17:00

Fernando Rogala


Relacionadas

Gerson Gusmão elogia postura ofensiva diante do Cuiabá

América-MG vence Ponte Preta e avança na Copa do Brasil

Com 11 desfalques, Flamengo vence pela Libertadores

São Paulo perde para LDU e se complica na Libertadores
Operário empata com o Cuiabá e fica fora do G4
Brasil de Pelotas derrota Botafogo-SP fora de casa
Fantasma mede forças com o Cuiabá em data especial
Foto: Divulgação/Goiás
PUBLICIDADE

Oito jogadores titulares do time de Goiás foram detectados com o novo coronavírus. Além deles, mais dois profissionais do clube estão infectados

A partida entre São Paulo e Goiás, que seria disputada na tarde deste domingo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro de futebol, foi adiada minutos antes da partida. O jogo estava marcado para as 16 horas, em Goiânia, mas os testes para o novo coronavíruis apontaram que oito jogadores do time de Goiás estavam contaminados. A decisão foi tomada pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Otávio Noronha.

O Goiás emitiu uma nota à imprensa, detalhando seus procedimentos. Segundo ela, o clube vem fazendo testes para coronavírus semanalmente, do tipo RT-PCR, o mais confiável. Além de jogadores, são feitos exames em membros da comissão técnica, estafe que trabalha no Centro de Treinamento e em jogos no estádio do time. Eram cerca de 70 testes feitos no Goiás Esporte Clube por semana.

Antes do jogo contra o São Paulo, foi feita uma nova rodada de exames. Só que, ao contrário das vezes anteriores, desta vez a coleta foi realizada por um laboratório escolhido pela CBF. Os exames feitos na última quinta-feira foram invalidados pela CBF. A alegação é de que as amostras foram acondicionadas de maneira inapropriada. A CBF então pediu uma nova coleta ao laboratório, e os exames foram realizados na sexta-feira.

A apresentação dos resultados deveria ter sido feita no mínimo com 24h de antecedência da partida, prazo este que não foi cumprido. Os resultados só ficaram disponíveis para o Goiás Esporte Clube na manhã deste domingo, dia do jogo. De 26 testes realizados pela CBF, 10 contaminados, sendo 8 jogadores da equipe titular. Para agravar mais a situação, os contaminados estavam concentrados, dormindo dois atletas por quarto.

O clube acredita que se for para seguir um protocolo de segurança de saúde e prevenção à covid-19, todos deveriam estar em isolamento e observação pelo contato recente com pessoas contaminadas. O clube lamenta a situação e já realizou, por conta própria, uma nova bateria de exames nos contaminados. Resta agora aguardar se o pedido de adiamento do jogo será acatado ou não pela CBF.

Com informações da assessoria de imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados