Operário empata em 1X1 com a Ponte Preta

Esporte

19 de setembro de 2020 21:58

Fernando Rogala


Relacionadas

TTF repudia agressão e diz que fato foi distorcido

Flamengo goleia o Corinthians e pode terminar rodada líder

Presidente do Athletico dispara contra torcida após empate

Operário leva 3 gols no 2º tempo e é goleado pelo CRB
Fantasma busca vitória hoje contra o CRB pela Série B
Atleta de PG é destaque internacional em evento virtual
Operário viaja para enfrentar o CRB em Maceió
Partida foi disputada na noite deste sábado Foto: PontePress/ÁlvaroJr
PUBLICIDADE

Em jogo disputado em Campinas, o time da casa saiu na frente, e o empate veio no segundo tempo, com Tomas Bastos 

Após um primeiro tempo de predomínio da Ponte Preta, terminando em 1X0 para os donos da casa, o Operário Ferroviário ressurgiu com força no segundo tempo, fez o gol do empate e arrancou um ponto do adversário, em jogo válido pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol da Série B. A partida teve início às 19 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O resultado manteve o Operário na sexta colocação no campeonato, enquanto que a Ponte caiu para a terceira.

No começo do jogo, houve maior posse do time do OFEC, com um escanteio já no primeiro minuto. O destaque do time visitante seguiu até que, aos 10 minutos, a Ponte levou perigo ao alvinegro de Oficinas, com uma cabeçada de Matheus Peixoto, defendida por Thiago Braga. Aos 22 minutos saiu o gol do time da casa. De fora da área, Apodi arrisca o chute, que vai no ângulo, em um belo gol. Um minuto depois quase saiu o segundo da Ponte, com Luan Dias. Daí pra frente foi uma sequência de finalizações do time da casa, sem sucesso, porém, de anotar.

O jogo foi para o intervalo e, nesse momento, as câmeras se voltaram para os dirigentes dos dois times, que entraram em bate-boca, e seguranças precisaram separar as lideranças, para acalmar os ânimos.

A partida recomeça com a Ponte pressionando, mas em um jogo mais técnico. Aos sete minutos, quase o empate do Fantasma, com Tomas Bastos cobrando a falta no travessão. O Operário passa a jogar melhor e, aos 18 minutos, sai Clayton para entrar Jean Carlo; e sai Maranhão para entrar Douglas Coutinho. Aos 20 quase sai o gol, mas foi um minuto depois, aos 21, que veio o empate: em uma bola espirrada, Tomas Bastos bate forte da área, sem chances para o goleiro.

Depois, mais três substituições para o Fantasma, depois dos 30, com Gersinho colocando em campo Mazinho, Roger e Schumacher, mas a partida foi até os 49 minutos e o placar ficou por isso. Empate que proporcionou o Operário a chegar aos 16 pontos, ficando a um do América Mineiro, que perdeu, e manter a distância de dois pontos para a Ponte Preta, que agora tem 18.

A próxima partida do Operário é contra o Cuiabá, na terça-feira, dia 22, às 20 horas, no Germano Krüger. 

PUBLICIDADE

Recomendados