Brasiliero é nocauteado na disputa pelo cinturão do UFC

Esporte

27 de setembro de 2020 09:59

Da Redação


Relacionadas

Atleta de PG é campeão brasileiro de jiu-jitsu

Apesar de derrota, Costa elogia empenho do time

Chape vence em estreia de Matheus Costa no Fantasma

Prazo de inscrições dos JEP termina neste domingo
Pelé, o Rei do Futebol, completa 80 anos de vida
Tite convoca Seleção para Eliminatórias em novembro
Libertadores: oitavas terá três confrontos Brasil x Argentina
Foto: Divulgação / UFC
PUBLICIDADE

Mineiro foi dominado por nigeriano e atropelado no segundo round

Não foi dessa vez que Minas Gerais alcançou o topo do Ultimate Fighting Championship. Esperança brasileira de um novo campeão peso médio (84kg), depois da 'era Anderson Silva', Paulo Borrachinha não foi páreo para o nigeriano Israel Adesanya. O africano naturalizado neozelandês venceu o mineiro por nocaute técnico aos 3min59 do segundo assalto no duelo principal do UFC 253, na madrugada deste domingo, na Ilha da Luta, em Abu Dhabi, e manteve o cinturão.

Borrachinha teve a chance de fazer história e conquistar o primeiro cinturão do UFC para Minas, depois de tentativas frustradas de Glover Teixeira, nos meio-pesados, e Wilson Reis, no peso mosca, em 2014 e 2015, respectivamente. Entretanto, o lutador nascido em Contagem não conseguiu se impor diante do campeão, que controlou a distância, mostrou técnica, tranquilidade e defendeu pela segunda vez o título da divisão até 84kg.

Leia mais clicando aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados