Técnico lamenta chances perdidas na derrota em Caxias do Sul

Esporte

30 de setembro de 2020 07:43

Da Redação


Relacionadas

Gersinho e Felipão querem vencer para amenizar crises

TTF repudia agressão e diz que fato foi distorcido

Flamengo goleia o Corinthians e pode terminar rodada líder

Presidente do Athletico dispara contra torcida após empate
Operário leva 3 gols no 2º tempo e é goleado pelo CRB
Fantasma busca vitória hoje contra o CRB pela Série B
Atleta de PG é destaque internacional em evento virtual
Fantasma criou boas oportunidades, mas não conseguiu aproveitá-las e perdeu por 1 a 0 Foto: Arthur Dallegrave/ECJuventude
PUBLICIDADE

Fantasma desperdiçou pênalti e perdeu chances nos contra-ataques e agora volta para casa com mais uma derrota na bagagem

O Operário perdeu mais uma partida fora de casa na noite desta terça-feira (29) diante do Juventude em jogo válido pela 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando em Caxias do Sul (RS), o Fantasma desperdiçou boas oportunidades de abrir o placar e volta para casa amargando mais um revés. Para o técnico Gerson Gusmão, esses vacilos no ataque foram determinantes para o resultado negativo.

“Passa muito por não aproveitar algumas situações, mas é do jogo. Vamos seguir trabalhando para buscar o resultado positivo na sexta-feira, voltar a pontuar e subir na tabela”, disse o treinador na coletiva de imprensa após o jogo. A equipe permanece com 17 pontos e agora ocupa a oitava posição na tabela. Para o ‘professor’, a partida foi bastante equilibrada e nenhuma das equipes demonstrou superioridade durante os 90 minutos.

“Foi um jogo muito disputado, muito parelho. Nenhuma equipe esteve muito superior em relação à outra e venceu quem aproveitou mais as oportunidades. Foi um jogo de muitas finalizações travadas”, avalia o treinador, que ainda ressalta: “nas situações claras, eles tiveram dois cabeceios no segundo tempo, a gente teve o pênalti e mais duas jogadas de contra-ataque no primeiro tempo que poderíamos ter buscado o gol”, lamenta.

O jogo

No primeiro tempo, o Fantasma pressionou o adversário e criou oportunidades. Aos 14 minutos, Marcelo encontrou Roger, que bateu cruzado e o goleiro espalmou. Na sequência, o centroavante teve chance em cobrança de pênalti, que foi defendida pelo goleiro adversário. Aos 35 minutos, Jean Carlo arriscou de fora da área, mas a bola foi para fora.

O alvinegro voltou a buscar gol na segunda etapa. Aos 13 minutos, Tomas Bastos recebeu na entrada da área e chutou de primeira e a bola passou por cima do gol. O Juventude balançou as redes aos 18 minutos, com Dalberto. O Operário tentou novamente, aos 31 minutos, em cobrança de falta de Tomas Bastos e cabeceio de Fabiano. Aos 46 minutos, foi a vez de Rafael Chorão cobrar falta direto para o gol, mas o goleiro ficou com a bola.

O Fantasma iniciou o jogo com Thiago Braga, Sávio, Rafael Bonfim, Sosa, Fabiano, Pedro Ken, Tomas Bastos, Marcelo, Jean Carlo, Lucas Batatinha e Roger. No segundo tempo, entraram Maranhão, Clayton, Schumacher e Mazinho nos lugares de Jean Carlo, Marcelo, Roger e Tomas Bastos. Na sequência, Maranhão deu lugar a Rafael Chorão.

O próximo compromisso do Operário pela Série B é nesta sexta-feira (2) contra o Vitória, às 19h15, no Estádio Germano Krüger.

Com informações da assessoria de imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados