PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Fantasma perde e segue jejum sem vitórias em casa

Esporte

20 de outubro de 2020 23:31

Andre Bida


Relacionadas

Campeonato Carioca será transmitido pela RIC Record TV

Flamengo visita São Paulo em busca de título do Brasileiro

Fantasma acerta os últimos detalhes para o Paranaense

Remo e Brasiliense disputam título inédito da Copa Verde
Finalistas da Copa Verde homenageiam fauna Amazônica
Mesmo rebaixado, Botafogo vence São Paulo por 1 a 0
NBPG estreia hoje no ‘Brasileirão’ de basquete
Em uma apresentação apagada, Fantasma criou poucas chances e o estreante Felipão conseguiu a primeira vitória no comando da Raposa Foto: José Tramontin/OFEC
PUBLICIDADE

Em uma apresentação apagada, Fantasma criou poucas chances e o estreante Felipão conseguiu a primeira vitória no comando da Raposa

O Operário Ferroviário perdeu por 1 a 0 para o Cruzeiro na noite desta terça-feira (20) pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida realizada no Estádio Germano Krüger foi marcada pela estreia de Luiz Felipe Scolari, Felipão, no comando da Raposa Mineira.

LEIA TAMBÉM: Gerson Gusmão não é mais técnico do Operário Ferroviário

A primeira etapa foi marcada por uma partida truncada e com poucas chances claras de gol. O Fantasma chutou apenas uma vez com Leandro Vilela, volante que vestiu pela primeira vez a camisa do Operário. Do lado do Cruzeiro foram cinco finalizações, com o destaque aos 15 minutos quando Arthur Caíke recebeu uma bola enfiada, mas Ricardo Silva travou e evitou o gol da equipe mineira.

Na segunda etapa os dois times voltaram no mesmo ritmo da primeira etapa e muito inoperantes no ataque. O Fantasma teve uma chance aos 15 minutos com Thomaz e o Cruzeiro respondeu aos 19 minutos, com uma falta batida por Marquinhos Gabriel e aos 23 minutos em uma cabeçada de Arthur Caíke, mas Thiago Braga estava lá para defender.

Mesmo com grandes dificuldades, o Cruzeiro conseguiu marcar e abrir o placar aos 39 minutos da etapa com Arthur Caíke que recebeu livre dentro da área e só empurrou para o fundo da rede.

O Operário iniciou a partida com Thiago Braga, Sávio, Rafael Bonfim, Ricardo Silva, Peixoto, Leandro Vilela, Marcelo, Thomaz, Douglas Coutinho, Jefinho e Maranhão. No segundo tempo entraram na equipe alvinegra Jean Carlo, Fabiano, Lucas Batatinha e Diego Cardoso.

Com a nova derrota, o Fantasma ficou na 10ª posição na tabela classificação, com 22 pontos. A última vitória em casa do Operário aconteceu no dia 30 de agosto, diante do Brasil de Pelotas por 2 a 1. De lá, pra cá, o time empatou com o Vitória, Cuiabá e Confiança, todos pelo placar de 1 a 1, além de perder para o Guarani por 2 a 1 e para o Cruzeiro por 1 a 0.

O próximo compromisso do Operário acontece na sexta-feira (23), 21h30, contra a Chapecoense, na Arena Condá.

Desfalques pela Covid-19

O Operário passou a conviver nos últimos dias com desfalques de atletas infectados pelo Coronavírus. No último sábado (17), Tomas Bastos, Rafael Chorão e Fabio testaram positivo e não entraram em campo contra o CRB-AL, além do goleiro Rodrigo Viana que foi a primeiro infectado no alvinegro.

Momentos antes da partida desta terça-feira, Reniê, Mazinho, Cristhian Aguada, Jimenez e Schumacher também testaram positivo e não entraram na relação de atletas disponíveis.

PUBLICIDADE

Recomendados