PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Caramuru tem decisão contra o Sesi pela Superliga

Esporte

21 de janeiro de 2021 21:00

Da Redação


Relacionadas

CBF altera horário da primeira final da Copa do Brasil

Promotores pedem suspensão de jogos do Paranaense

Operário faz estreia pelo Paranaense no GK neste domingo

Brasileiro de Basquete é suspenso após decreto em PG
Operário garante vaga na Copa do Brasil 2021
Mesmo com derrota, Flamengo é bi do Brasileirão
Partida de futebol em SC é adiada após avanço da Covid-19
Foto: Thiago Terada/Caramuru
PUBLICIDADE

Se vencer, equipe paranaense pode ultrapassar o adversário e deixar a zona de rebaixamento

O Caramuru Vôlei tem mais uma partida decisiva nesta sexta-feira (22). O Tigre recebe o Sesi-SP, às 18h, no Ginásio da Castrolanda, em um duelo direto contra o rebaixamento e pela classificação para os playoffs, fase final da Superliga. Atualmente, os paranaenses ocupam a 11ª colocação, com dez pontos, enquanto os rivais estão em 10º, com dois a mais.

Contudo, o jogo não será fácil para o Tigre. O adversário é uma equipe jovem, mas que conta com o líbero Murilo, campeão mundial, com o experiente ponteiro Alan Patrick, com o maior pontuador da Superliga, o posto Darlan, e tem em seu comando Marcelo Negrão, campeão olímpico e uma das referências do voleibol brasileiro.

O oposto Reynaldo, destaque do Caramuru na última partida, elogiou a experiência do adversário, mas ressaltou que o objetivo é a vitória. “A equipe do Sesi é jovem e tem algumas peças com experiência mundial, é um time que possui uma dinâmica de jogo intensa, mas a nossa equipe vem em uma crescente e jogando em casa esperamos sair com resultado positivo”.

Na mesma linha, o técnico do Tigre, Fábio Sampaio, falou da importância do resultado. "O Sesi é uma equipe que vem se destacando e está à frente do Caramuru, vai ser um jogo difícil, mas nós temos nossos valores e a nossa consistência de jogo. Estamos trabalhando para sairmos vencedores e, de preferência, com três pontos, para nos aproximarmos dos playoffs e nos distanciarmos dessa zona incômoda do rebaixamento".

Recuperado de lesão, o oposto do Caramuru, Renan, pode ser uma alternativa para Sampaio. "Estou voltando de lesão e espero poder ajudar a minha equipe de qualquer forma, seja no banco ou dentro da quadra", diz. O também oposto, Ruyther, ressaltou a preparação do Tigre. “Estamos vindo de uma sequência de treinos pesados durante a semana, e também estudando muito nosso adversário”.

No primeiro turno, as equipes se enfrentaram em São Paulo na 1ª rodada da Superliga.  Na oportunidade, os donos da casa saíram vitoriosos do jogo por 3 sets a 1 (parciais de 25/16, 25/21, 21/25 e 25/21) e com destaque para o oposto Darlan que anotou 28 pontos e recebeu o prêmio de melhor em quadra. Já, pelo lado do Caramuru, o ponta Perón marcou 17.

Com informações do Assessoria de Imprensa 

PUBLICIDADE

Recomendados