PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Matheus valoriza ponto conquistado contra a Ponte

Esporte

23 de junho de 2021 11:06

Da Redação


Relacionadas

Guia Olímpico: Veja a agenda de segunda e terça-feira do Brasil

Seleção Brasileira vence a Argentina no vôlei masculino

Vitória foi ‘mérito total do grupo e equipe’, diz Matheus Costa

Rayssa Leal brilha em Tóquio e conquista a prata
Operário vence o Coritiba e põe pressão no G4
Guia Olímpico: Veja a agenda de domingo e segunda do Brasil
Skate e judô garantem as primeiras medalhas do Brasil em Tóquio
O Fantasma chega aos 11 pontos e está em 3º na tabela da competição. Foto: AlvaroJr/PontePress
PUBLICIDADE

Treinador alvinegro afirma que jogo não foi primoroso, mas exalta empenho da equipe no projeto classificação para a Série A

 

O Operário Ferroviário empatou com a Ponte Preta em 0 a 0, na noite desta terça-feira (22), no Estádio Moisés Lucarelli, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado, o Fantasma chega aos 11 pontos e está em 3º na tabela da competição.

Após o confronto, Matheus Costa analisou o segundo empate do Alvinegro na competição. “Fora de casa é sempre importante pontuar para continuarmos brigando pela parte de cima da tabela. Óbvio que não podemos nos contentar com apenas um ponto, mas saio satisfeito pelo nível do confronto de hoje. Estamos com uma boa pontuação, temos que comemorar isso. Precisamos sempre almejar coisas boas, sabendo que teremos uma partida importante dentro de casa. O grupo, mesmo sem ter feito um jogo primoroso, trouxe um ponto significativo para a classificação, e está de parabéns pela entrega e dedicação.

O jogo

O confronto começou com domínio do adversário nas ações ofensivas. No primeiro minuto, os donos da casa criaram jogada dentro da área. Kevin recebeu passe pela esquerda, tocou para trás e encontrou Vini Locatelli que chutou por cima do gol. Nos lances seguintes, aos quatro minutos, Cleylton cabeceou firme, mas Thiago Braga fez a defesa. Aos nove minutos, em trama ofensiva comandada por Josiel, o atacante tentou o cruzamento rasteiro para Rodrigão, antes da bola chegar ao camisa 99, Reniê interceptou o passe e mandou para fora. O primeiro lance de perigo do Alvinegro foi aos 26 minutos. Após cobrança de escanteio, Tomas Bastos fez o desvio de cabeça, a bola passou em frente à pequena área e na tentativa de finalizar, Paulo Sérgio não conseguiu completar para o fundo das redes. Sem grandes oportunidades com bola rolando, a equipe operariana buscou outra chance em cobrança de falta aos 30 minutos. Silva, de perna canhota, arriscou de longe e obrigou ao goleiro adversário mandar a bola para escanteio. O primeiro tempo da partida teve um minuto de acréscimo e terminou com o placar zerado.

Após o intervalo, ambos os times estudaram as jogadas pelo meio-de-campo, sem criar chances perigosas no ataque. Richard, aos 14 minutos, buscou um lance de efeito e mandou a bola para fora. No minuto seguinte, Rodrigão assustou o goleiro Thiago Braga, após cabecear com perigo. O lance de maior efetividade do adversário na etapa complementar foi aos 26 minutos em jogada de Moisés que avançou pelo lado esquerdo, entrou na área e finalizou rasteiro, obrigando o goleiro do Fantasma a fazer boa defesa. Marcelo, nos minutos finais da partida, teve a chance de abrir o placar. De perna canhota, o meio-campista finalizou de fora área, mas Yago defendeu. Desta maneira, o duelo terminou empatado em 0 a 0.

Próximo jogo

O Operário volta a jogar pela Série B na sexta-feira (25) contra o Confiança, às 21h30, no Estádio Germano Krüger.

FICHA TÉCNICA

Ponte Preta 0x0 Operário

Campeonato Brasileiro Série B – 6ª rodada

Estádio Moisés Lucarelli – 22/06/21

Operário: Thiago Braga; Alex Silva, Reniê, Rodolfo Filemon e Djalma Silva; Leandro Vilela (Rafael Chorão), Tomas Bastos (Rafael Oller) e Jean Carlo (Marcelo); Thomaz (Fábio Alemão), Paulo Sérgio e Rodrigo Pimpão (Felipe Garcia)

Téc: Matheus Costa

Banco: Simão, Lucas Mendes, Fabiano, Schumacher

Ponte Preta: Ponte Preta: Ygor Vinhas; Kewin, Ednei, Cleylton e Rafael Santos; Dawhan, Vini Locatelli (Marcos Junior), Camilo (Moisés); Richard (Fessin), Rodrigão (João Veras) e Josiel (Niltinho).

Téc: Gilson Kleina

Banco: Luan, Felipe Albuquerque, Ruan Renato, Pedrinho, Jean Carlos, Fábio Sanches, Renatinho.

Cartões: Leandro Vilela, Rafael Oller, Matheus Costa (Operário); Vini Locatelli, Cleylton (Ponte Preta)

Árbitro: Rafael Carlos Salgueiro Lima-AL

Árbitro assistente 1: Rondinelle dos Santos Tavares-AL

Árbitro assistente 2: Wagner Jose da Silva-AL

Quarto árbitro: Ilbert Estevam da Silva-SP

 

Assessoria de Imprensa Operário Ferroviário

PUBLICIDADE

Recomendados