PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Operário enfrenta hoje o Avaí pela Série B em Floripa

Esporte

22 de julho de 2021 09:38

Da Redação


Relacionadas

Operário realiza avaliações para categorias de base

Hebert Sousa vence e garante mais uma medalha para o Brasil

Seleção de vôlei vence a França e aguarda rival das quartas

Bruno Fratus leva o bronze nos 50m da Natação em Tóquio
Rebeca Andrade brilha nos saltos e é ouro para o Brasil
Seleção Brasileira vence o Egito e vai para a semifinal
Thiago Braz garante vaga na final do salto com vara
Duelo acontece no Estádio da Ressacada, às 21h30, nesta quinta-feira (22) Foto: André Jonsson/OFEC
PUBLICIDADE

Duelo acontece no Estádio da Ressacada, às 21h30, nesta quinta-feira (22)

Em Florianópolis-SC, o Operário Ferroviário encara o Avaí-SC pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O duelo acontece no Estádio da Ressacada, às 21h30, nesta quinta-feira (22).

Com 18 pontos na tabela de classificação, o Alvinegro está na 9ª colocação, somando cinco vitórias, três empates e quatro derrotas. Dentro de casa, na última rodada, sofreu derrota para o CSA-AL por 2 a 0. Apenas duas posições acima, em 7º, o adversário catarinense soma a mesma pontuação que o Operário, mas com um jogo a menos. A campanha demonstra cinco vitórias, três empates e três derrotas. Em Minas Gerais, venceu o Cruzeiro por 3 a 0, no último fim de semana.

Ao longo da história, Operário e Avaí se enfrentaram em três ocasiões. A primeira foi em 1980, pelo Grupo G da Taça de Prata. A partida foi realizada no Estádio Germano Krüger e terminou com vitória operariana por 1 a 0. Em 2020, pelo Brasileirão da Série B, no primeiro turno, em Florianópolis, a partida terminou com derrota para o Fantasma, por 2 a 0. Já no returno, o duelo acabou empatado em 1 a 1, com gol anotado por Rafael Bonfim, em Vila Oficinas.


Desfalques e retornos

No Departamento Médico, os atacantes Ricardo Bueno (lesão muscular grau II anterior da coxa direita), Felipe Garcia (lesão muscular grau I em 2 pontos diferentes no anterior da coxa direita) e o lateral-direito Alex Silva (lesão muscular grau I na posterior da coxa esquerda) encontram-se na fase final de transição e serão reavaliados pelo Departamento Médico.

O zagueiro Rafael Bonfim (edema ósseo), os atacantes Paulo Sérgio (lesão muscular grau II no anterior da coxa direita), Matheus Alemão (tendinite no joelho esquerdo) e Cleyton (lesão muscular grau I no anterior da coxa esquerda), os volantes Tomas Bastos (ruptura parcial do ligamento cruzado anterior) e Pedro Ken (estiramento tendíneo) e o lateral-direito Lucas Mendes (lesão muscular grau II no anterior da coxa direita) estão realizando trabalhos com o tratamento fisioterápico.

O atacante Jean Carlo (ruptura parcial do ligamento colateral medial do joelho direito) está em transição com a Preparação Física. Voltando de suspensão, os atletas Leandrinho e Fabiano, que ficaram de fora da última rodada, podem ser relacionados pela comissão técnica.


Fala, Marcelo!

Após completar 80 jogos com a camisa do Operário, o meio-campista Marcelo conversou com a imprensa, em entrevista coletiva online, na manhã desta quarta-feira (21), sobre a expectativa do duelo desta rodada. “Temos que ir na casa do adversário e buscar pontos. Tenho certeza que o treinador irá escolher a melhor opção e maneira para jogar, e o nosso grupo, que sempre aceita a ideia, buscará trazer, se não os três, mas, pelo menos, um ponto. Nossa preparação para o confronto está sendo a melhor possível. Muito importante termos um dia a mais para treinar, pois, conseguimos ajustar alguns detalhes que não dão tempo na correria entre jogos e viagens. Com este tempo adicional, entre a última rodada e o duelo de amanhã, conseguimos aproveitar bem, para que a gente possa fazer um bom jogo e voltar com os pontos para Ponta Grossa.”


Diga lá, Fabiano!

O lateral-esquerdo Fabiano também participou da conversa nesta manhã, realçando que o Operário tem um grupo vencedor e que está almejando bons resultados nesta temporada. “Um jogo extremamente importante. Teremos que ter inteligência e impor um ritmo forte na casa do adversário. Tenho total confiança na nossa equipe e acredito que podemos pontuar. Nosso grupo é qualificado, quando um atleta precisa sair e outro entra na vaga, a qualidade se mantém. Claro que estamos tendo essa dificuldade, devido às lesões, mas os jogadores que se encontram aptos, estão fazendo o seu melhor. Até nos treinamentos, tenho visto todos se dedicando ao máximo e isso é muito importante para o elenco. Pois, demonstra que temos uma equipe vencedora e que está querendo alcançar seus objetivos.”


Com informações da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados