PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Chegada de Daniel Alves pode ajudar o São Paulo FC?

Esporte

22 de setembro de 2021 11:02

Da Redação


Relacionadas

Operário goleia e quebra jejum sem vitórias na Série B

Rebeca é 1ª brasileira com ouro e prata em um Mundial

Atlético-MG goleia o Fortaleza no jogo de ida das semifinais

Athletico-PR e Flamengo empatam primeiro jogo
Passeio Ciclístico da Expo&Flor acontece em novembro
Athletico-PR encara Flamengo em 1º duelo da semifinal
Operário e Londrina empatam em 0 a 0 no Germano Krüger
Atualmente, as derrotas são mais do que as vitórias Foto: https://www.flickr.com/photos/wallyg/7696080664
PUBLICIDADE

Durante várias rodadas da Série A, o histórico time brasileiro esteve em zona de rebaixamento, apresentando um nível de futebol muito abaixo

 

No mês que Daniel Alves esteve ausente do São Paulo, os resultados comprovam que o time não conseguiu responder do melhor jeito. De tal forma que, durante várias rodadas da Série A, o histórico time brasileiro esteve em zona de rebaixamento, apresentando um nível de futebol muito abaixo do que tinha demonstrado no início dessa temporada e até na Copa Libertadores.

Com o próprio técnico do SPFC tentando várias estratégias e até desenhos táticos diferentes, a verdade é que o time está demorando algum tempo a conseguir encontrar seu melhor futebol. Atualmente, as derrotas são mais do que as vitórias, fazendo com que, pelo menos até ao momento, o time do São Paulo esteja longe do objetivo de lutar pelo título de campeão nacional até final desse ano. Porém, será que o retorno de Daniel Alves vai mudar algo?

A verdade é que o time não conseguiu se reforçar de forma tão forte nessa temporada, levando a que muitos de seus jovens talentos tivessem que assumir a responsabilidade. Contudo, esse mesmo peso da camiseta histórica do São Paulo pode estar sendo muito pesada, existindo questões acerca da ausência de um líder forte no vestiário ou não.

Daniel Alves é campeão olímpico, mas tem tarefa complicada no SPFC

É inegável que a ausência muito sentida de Daniel Alves em seu time foi mais sentida pelo próprio elenco do que pelo jogador. Isso porque, durante esses meses de julho e agosto, Daniel Alves liderou a seleção brasileira olímpica para uma segunda conquista histórica do ouro no futebol masculino. Ou seja, é de esperar que o próprio Daniel Alves possa estar muito confiante com mais essa conquista.

De fato, esse ouro olímpico é “apenas” a 44ª conquista da grande carreira que Daniel Alves apresenta. Logo, não é por falta de experiência ou de liderança que o elenco do São Paulo poderá atravessar essa temporada que começou de forma tão ruim no Brasileirão. Mas será esse retorno de Daniel Alves suficiente?

Claramente que o craque brasileiro garantiu que sua presença nos Jogos Olímpicos também foi um jeito de elevar ainda mais o nome e reputação do time. Porém, com os resultados ruins nessas últimas semanas, será que os torcedores estão pensando muito na visibilidade que o time teve com a participação do jogador no outro lado do mundo?

Técnico Crespo tenta inovar em sua tática e equipe

Apresentando sérias dificuldades na finalização e até na capacidade ofensiva, a verdade é que o próprio técnico paulista já demonstrou publicamente que não tem qualquer tipo de receios em modificar suas estratégias no meio do Campeonato. De tal forma que o SPFC já se apresentou com dois zagueiros centrais, bem como três, quando os laterais estão mais subidos.

Ora, precisamente esse sistema de 3 zagueiros na zona central poderá libertar ainda mais o lateral Daniel Alves para espaços mais ofensivos do gramado. Isso porque, uma vez que existe uma maior coesão defensiva, o ex-craque do Barcelona não se terá que preocupar tanto com o aspecto defensivo, tentando desequilibrar ao máximo na zona de finalização do time do São Paulo.

Conhecido por ter uma capacidade técnica e de desiquilíbrio muito grandes, bem como sua velocidade, se espera que o retorno de Daniel Alves possa entrar a qualidade que faltava para esse time ir mais além na Copa Libertadores e, pelo menos, ter uma campanha no Brasileirão que possa ser tranquila e bem longe da zona de rebaixamento. Para tal, se espera que Daniel Alves contribua não só dentro dos gramados como também com sua liderança fora deles, motivando os jogadores de todo o elenco.

 

PUBLICIDADE

Recomendados