PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

UEPG realiza a 66ª edição dos Jogos da Primavera

Esporte

27 de setembro de 2021 16:15

Da Redação


Relacionadas

Olinda define programação para comemorar 99 anos

Seleção feminina empata em 2 a 2 com Austrália

Operário vende ingressos a R$ 30 contra o Avaí

Operário goleia e quebra jejum sem vitórias na Série B
Rebeca é 1ª brasileira com ouro e prata em um Mundial
Atlético-MG goleia o Fortaleza no jogo de ida das semifinais
Athletico-PR e Flamengo empatam primeiro jogo
66ª edição dos jogos conta com modalidades inéditas. Foto: UEPG
PUBLICIDADE

66ª edição dos jogos conta com modalidades inéditas

Na manhã de sexta-feira (24), iniciaram as competições da 66ª edição dos Jogos da Primavera (Jeps), da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). As competições acontecem até 03 de outubro e contam com 13 modalidades. Organizados pela Coordenadoria de Desportos e Recreação (CDR), os Jeps são os jogos estudantis mais antigos do Brasil.

De 24 de setembro a 03 de outubro, 1077 atletas disputam as sete modalidades presenciais (badminton, corrida rústica, ciclismo, basquetebol, futsal, futebol society, tênis de mesa) e 6 modalidades remotas (futebol, League of Legends, Free Fire, Clash Royale, Counter Strike, xadrez). Nessa edição, participam atletas de nove cidades e 59 instituições de ensino. O atleta mais jovem tem sete anos; o mais velho, 72. O professor Leandro Vargas, coordenador da CDR, conta que o número de participantes excedeu as expectativas da organização, o que demonstra o sucesso do evento. “Só por essa quantidade de inscritos, já podemos dizer que o evento está sendo um sucesso e mostra que a comunidade estudantil e a comunidade esportiva da cidade e da região está esperançosa e ansiosa pela retomada dos Jogos da Primavera”.

Acompanhando a prova de ciclismo, o reitor Miguel Sanches Neto comemorou a realização de eventos no Campus, que estava fechado para o público por conta da pandemia de Covid-19. “É com muita alegria que vemos o Campus cheio de pessoas, com todo o protocolo de segurança, nas competições que foram possíveis nesse formato durante a pandemia”, enalteceu.

Durante as provas presenciais realizadas no Campus Uvaranas, os competidores podem acompanhar as mudanças realizadas no espaço. “O Campus está bonito e foi preparado com carinho para o retorno das atividades”, conta o prefeito do Campus, Eduardo Pereira. “Depois de todo esse período sem atividades presenciais, foi possível voltar a ocupar esse espaço que é nosso, da comunidade, tanto acadêmica quanto externa”.

Na sexta-feira, a abertura aconteceu de forma remota, transmitida pelo Youtube. Também já aconteceram as competições de tênis de mesa, na sexta-feira, e ciclismo, no sábado, nas modalidades Mountain Bike e Estrada.

Ciclismo

Defendendo o título de campeão da modalidade Mountain Bike em 2020, o atleta Alisson Moraes veio aos Jogos da Primavera com responsabilidade redobrada. Na preparação para o Campeonato Nacional de Ciclismo, Alisson, que é professor de Educação Física, treina sete dias por semana. “A pandemia, de uma certa forma, me ajudou a ter mais tempo para treinar”, conta.

Na segunda edição em que participa dos JEPs, que agora têm categorias disponíveis para o público em geral, o atleta faturou dois troféus: o bicampeonato na modalidade Mountain Bike, no sábado pela manhã, e o 1º lugar no Ciclismo Estrada, já pela tarde, ambos na categoria aberta, para atletas de todas as idades. “Minha primeira participação, no ano passado, foi contra o relógio. Foi bacana, mas não tem esse calor humano que tem o circuito”, comemora. Ela aproveitou para parabenizar a organização das provas e a estrutura do Campus Uvaranas. “O asfalto é um tapete, muito bom de andar, a pista está limpa, e a organização da prova está de parabéns, os comissários, bandeirinhas, não tivemos nenhum problema”.

Abertura

Em sua fala na noite de abertura, o professor Gonçalo Cassins Moreira do Carmo, chefe do departamento de Educação Física, destacou o trabalho realizado pela UEPG durante a pandemia. “Um dos ensinamentos do esporte é a coragem”, apontou. “Foi preciso coragem para continuar os Jogos da Primavera no ano passado, com mais limitações pela pandemia; e nesse ano, respeitando todos os protocolos de biossegurança e demonstrando que a UEPG nunca parou de trabalhar”.

A diretora do Setor de Ciências Biológicas e da Saúde, professora Fabiana Mansani, parabenizou a organização do evento por manter a tradição de pioneirismo dos Jogos da Primavera. Ela apontou ainda a importância dos JEPs para levar a UEPG além de seus muros. “Esse evento oportuniza a inter-relação entre os estudantes, em um movimento de aproximação e de troca”, enalteceu.

“Gostaria de cumprimentar o esforço do grupo em realizar esses jogos em um período tão desafiador”, iniciou o professor Ivo Mottim Demiate, pró-reitor de Assuntos Administrativos, que representou a reitoria da UEPG na noite de abertura. Ele destacou ainda que os JEPs são o evento de esporte estudantil mais antigo em realização ininterrupta no país e lembrou os investimentos na área do esporte e Educação Física na UEPG, além do projeto Campus Parque, que abre o Campus Uvaranas para o uso da comunidade.

Biossegurança

Por conta da pandemia de Covid-19, algumas mudanças precisaram acontecer na organização dos jogos. As modalidades de futsal e basquetebol são realizadas em formato modificado, evitando contato físico entre os atletas. As provas também acontecem sem a presença de público. “Somente estarão autorizados a entrar nos locais de disputa os atletas, dirigentes, técnicos, comissão organizadora e a arbitragem”, explica Leandro. Os atletas precisam apresentar teste negativo para Covid-19 ou comprovante de vacinação.

Realização

Os JEPs contam com o apoio do Departamento de Educação Física, Departamento de Desportos e Recreação, Secretaria Municipal de Esportes e Recreação de Ponta Grossa, Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Institucional, Científico e Tecnológico, Pró-Reitoria de Planejamento, Pró-Reitoria de Administração e Prefeitura do Campus.

PUBLICIDADE

Recomendados