Líder da Mancha Verde de PG morre eletrocutado no RS

Marcinho estava indo para Montevidéu, capital do Uruguai, onde iria assistir a final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo

Marcinho estava indo para Montevidéu, capital do Uruguai, onde iria assistir a final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo
Marcinho estava indo para Montevidéu, capital do Uruguai, onde iria assistir a final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Marcinho estava indo para Montevidéu, capital do Uruguai, onde iria assistir a final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo

Marcinho, presidente da Mancha Verde de Ponta Grossa, morreu após sofrer uma descarga elétrica na madrugada desta sexta-feira (26) em Porto Alegre. De acordo com informações a Brigada Militar (BM) e com o Corpo de Bombeiros, a suspeita é de que o acidente tenha acontecido enquanto ele escalava um poste que sustenta a fiação elétrica.

Moradores da região ouvidos pelas autoridades de segurança contaram que, por volta das 3h, ouviram um estouro e, em seguida, houve queda de luz. Quando a energia voltou, encontraram o corpo de Marcinho pendurado a partir do topo do poste.

A retirada do corpo da rede elétrica ocorreu por volta das 5h30. Ele foi encaminhado para necropsia junto ao Instituto Geral de Perícias (IGP). A causa provável da morte é eletrocussão: morte por descarga elétrica.

O motivo da vítima ter escalado o poste será investigado pela Polícia Civil. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e ainda não há informações sobre o translado do corpo para Ponta Grossa.

Com colaboração de informações do G1 do Rio Grande do Sul