PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Com um a menos, Fantasma arranca empate em Alagoas

Esporte

14 de maio de 2022 22:46

Andre Bida


Siga o a rede no Google News

Relacionadas

1º Empire Combat Fight realiza lutas em Ponta Grossa

Corinthians briga por vaga às quartas de final da Libertadores

Operário precisa da vitória contra o CRB para minimizar crise

Atacante da seleção, Gabriel Jesus é reforço do Arsenal
Equipe de PG vence etapa da 'Liga Sul-Norte' de Futsal Sub-17
Com gols de Pio e Alemão, Operário vence no Sub-20
Jovem ponta-grossense se destaca na base do Azuriz
Com o gramado encharcado, o Alvinegro ficou no 0 a 0 com o CSA, em Alagoas Foto: Gabriel Tha/OFEC
PUBLICIDADE

Com o gramado encharcado, o Alvinegro ficou no 0 a 0 com o CSA, em Alagoas

O Operário Ferroviário arrancou um ponto fora de casa, contra o CSA, na noite deste sábado (14), no estádio Rei Pelé, em Maceió. A partida que terminou 0 a 0 foi válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O Alvinegro ficou desde os 33 minutos da primeira etapa com um a menos, após André Lima ter sido expulso.


Classificação

Com o empate, o Operário está na 8ª posição na classificação da Série B, com 9 pontos em sete partidas. O CSA ficou em 18º, com 7 pontos e na zona de rebaixamento da competição.


Próxima partida

O próximo adversário do Operário será o Ituano, pela 8ª rodada da Série B, no próximo sábado (21), às 11 horas, no Germano Krüger, em Ponta Grossa.


Como foi a partida

Com um gramado pesado, por causa da chuva forte que caiu em Macéio antes da partida, CSA e Operário não mostraram um belo futebol no primeiro tempo. Poucas chances foram criadas pelas equipes e a partida ficou mais voltada no meio de campo.

Entre os destaques da etapa estão os chutes de Lucas Marques e Osvaldo para o CSA, e uma finalização de Paulo Sérgio para o Fantasma. Além das poucas chances, o Alvinegro de Vila Oficinas perdeu André Lima, o atleta recebeu dois cartões amarelos e foi expulso aos 39 minutos da primeira etapa.

Na segunda etapa, o time alagoano voltou mais entusiasmado em busca de abrir o placar, mas pecava demais nos passes e não conseguiu criar boas chances nos primeiros 20 minutos. O Fantasma se defendeu e buscou o contra-ataque que não apareceu.

A última metade do segundo começou com o CSA investindo de modo mais perigoso contra a meta operariana, mas o time de Vila Oficinas conseguiu se defender bem e arrancar um pontinho fora de casa.


Formação tática

CSA: Marcelo Carné, Lucas Marques, Werley, Lucão, Diego Renan (Ernandes), Giva Santos (Yann Rolim), Gabriel, Didira (Igor), Lourenço (Luiz Henrique), Bruno Mezenga (Rodrigo Rodrigues) e Osvaldo.

Operário: Vanderlei, Arnaldo (Thomaz Santos), Thales, Reniê, Fabiano, André Lima, Marcelo (Giovanni Pavani), Ricardinho, Reina (Felipe Garcia), Silvinho (Lucas Mendes) e Paulo Sérgio (Júnior Brandão).


Arbitragem

Árbitro: Diego Pombo Lopez

Árbitro Assistente 1: Elicarlos Franco de Oliveira

Árbitro Assistente 2: Edevan de Oliveira Pereira

Quarto Árbitro: Jonata de Souza Gouveia

Analista de Campo: Charles Hebert Cavalcante Ferreira

Árbitro de Vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (VAR-FIFA)

AVAR: Frederico Soares Vilarinho

Observador de VAR: George Alves Feitoza

PUBLICIDADE

Recomendados