Operário não resiste pressão e sofre derrota no Rio

Fantasma enfrentou o Vasco da Gama, em São Januário, na noite desta sexta-feira (24), pela 14ª rodada

Fantasma foi derrotado pelo Vasco da Gama em São Januário
Fantasma foi derrotado pelo Vasco da Gama em São Januário -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Fantasma enfrentou o Vasco da Gama, em São Januário, na noite desta sexta-feira (24), pela 14ª rodada

Em confronto válido pela 14ª rodada do Brasileirão da Série B, o Operário Ferroviário foi derrotado na noite desta sexta-feira (24), pelo Vasco da Gama, pelo placar de 3x0. Os gols foram anotados na segunda etapa por Quintero, Nenê e Palacios, convertendo penalidade máxima. Com o resultado, o Fantasma caiu para a 11ª posição, com 16 pontos. O time carioca pulou para a vice-liderança com 30 pontos

O Fantasma controlou as ações durante o primeiro tempo. A equipe alvinegra apostava em finalizações de longa distância e cruzamentos para levar perigo à defesa vascaína. A primeira chance clara veio aos 16’ jogados. Após cobrança de escanteio pelo lado esquerdo, o Zagueiro Thales escorou de cabeça na primeira trave. Na sequência, Paulo Sérgio chegou atrasado e não conseguiu finalizar.

A principal chance do Vasco veio somente aos 27’ decorridos. O meia Gabriel Pec recebeu lançamento em velocidade nas costas da zaga operariana e saiu na cara do goleiro Simão, que se adiantou e fez grande defesa. No entanto, a arbitragem assinalou impedimento na jogada. Já na reta final da primeira etapa, o Operário procurou manter a posse de bola no campo de ataque. Aos 30’, Reniê chutou de fora da área com efeito e obrigou o goleiro Thiago Rodrigues a espalmar para escanteio. Nos acréscimos, Tomas Bastos também arriscou de longe para boa defesa do arqueiro vascaíno.

No segundo tempo, duas questões pesaram na performance do alvinegro. A equipe cansou e abriu espaços. As substituições também não apresentaram os resultados esperados. O time até começou bem a etapa complementar, pressionando o adversário e mandando uma bola no travessão. O Vasco cresceu e abriu o placar com Quintero, de cabeça. Depois Nenê converteu de pênalti em lance revisado pelo VAR. No final do jogo, Palacios fez um belo gol de falta. Os operarianos reclamaram da arbitragem, que teria influenciado no resultado da partida.

O Operário volta a campo nesta segunda-feira (27, enfrentando a Chapecoense, no Estádio Germano Krüger. O Vasco pega o Novorizontino, na quarta-feira (29), fora de casa.