PUBLICIDADE

Com portões fechados, Operário dá adeus à Série B no ‘GK’

Fantasma recebe o Novorizontino (SP) neste domingo (6), às 18h30, pela última rodada da segunda divisão nacional; atletas sub-20 devem ter oportunidade

Último jogo da 'Série B' marca campanha frustrante do Operário na competição nacional
Último jogo da 'Série B' marca campanha frustrante do Operário na competição nacional -

Sebastião Neto

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Sem 12 jogadores que foram dispensados nas últimas duas semanas, além de atletas que estão lesionados, o Operário Ferroviário deve contar com uma equipe bastante modificada para enfrentar o Novorizontino (SP) pela 38ª e última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O duelo será neste domingo (6), no Estádio Germano Krüger, a partir das 18h30; por conta de punição imposta pelo STJD, a partida será com portões fechados.

Para se ter uma ideia, cinco jogadores que iniciaram a partida contra o Sport, na última semana, foram dispensados: os laterais Arnaldo e Fabiano, os meias Giovanni Pavani e Fernando Neto, além do atacante Felipe Garcia. Com isso, jogadores da equipe sub-20 que foram comandados pelo técnico interino Sandro Forner durante a campanha do Paranaense da categoria devem ganhar uma oportunidade no time titular.

Entre os ‘Piás da Vila’ mais bem cotados estão o volante Marcos Vinícius, que chegou ao Fantasma vindo do Cruzeiro, e os atacante Pedro Pio e Matheus Alemão (que inclusive renovou vínculo com o Operário para a temporada 2023). “Estamos dispensando os atletas para não corrermos risco deles lesionarem e o clube precisar mantê-los com altos salários, como será o caso do Junior Brandão”, disse o presidente do Grupo Gestor, Álvaro Góes, em entrevista na última quinta-feira (3).

Se o Operário já está rebaixado à Série C de 2023, o adversário da última rodada fará o ‘jogo da vida’ em Ponta Grossa: precisando da vitória para tentar a permanência na Série B, o Novorizontino vem ao Paraná confiante. “Nossos treinos realmente foram muito bons, uma atitude competitiva muito boa, costumo até brincar com eles que nossos treinos são verdadeiros jogos, isso eu gosto e procuro valorizar, e essa semana não foi diferente. Ambiente muito bom, de total confiança interna no trabalho”, disse o técnico Mazola Junior.

O Novorizontino chegou na noite desta sexta-feira (4) em Curitiba, onde no sábado (5) fará o último treinamento antes da partida no ‘Germano Krüger’; após a atividade na capital do estado, a delegação do time paulista viaja para Ponta Grossa.

CSA de olho

Além da importância vital para o Novorizontino e a oportunidade de ritmo de jogo para jovens jogadores do Operário, uma terceira equipe estará focada na partida deste domingo: o CSA (AL), que briga contra o rebaixamento justamente com os paulistas. A equipe alagoana tem um ponto a mais que o aurinegro (42x41) e encara o Cruzeiro (MG) no Mineirão. 

Se empatar contra o campeão da Série B, o CSA precisa torcer para que o Fantasma ‘segure’ o adversário em Ponta Grossa e conquiste pelo menos um empate; já em caso de derrota alagoana em Minas, a torcida dos azulinos precisará ser para uma vitória do alvinegro em Ponta Grossa, fato que não ocorre há mais de dois meses (quando o Operário derrotou o Londrina por 1 a 0).

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE