PUBLICIDADE

Felipão critica técnico cogitado na Seleção: "Ganhou o quê?"

Luiz Felipe Scolari acredita que um treinador sul-americano é mais viável do que um europeu

Felipão, em treino do Athletico.
Felipão, em treino do Athletico. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Pentacampeão do mundo em 2002, Luiz Felipe Scolari criticou o treinador espanhol Luis Enrique. Ele é um dos nomes cotados para substituir Tite no comando da seleção brasileira.

Segundo jornais espanhóis, o ex-treinador da Espanha na Copa de 2022 agrada ao presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues. Carlo Ancelotti, do Real Madrid, é outro candidato.

Diretor do Athletico, Felipão foi contra a chegada de Luis Enrique e ignorou os títulos dele pelo Barcelona entre 2014 e 2017. A declaração aconteceu em evento de um patrocinador do Furacão, na noite de sexta-feira.

"Ganhou o quê? Tem que ter desempenho. É muito bom, mas perdeu tudo. Que muito bom é esse? Mourinho ganhou. Eu acho que seria mais fácil contratar um sul-americano do que um europeu", disse Felipão.

Na Espanha desde 2018, o treinador de 52 anos foi demitido após a Copa do Catar. A Fúria caiu nas oitavas de final para o Marrocos, nos pênaltis. No período, ele promoveu um trabalho de renovação e chegou às semifinais da Eurocopa (2020) e Liga das Nações em duas das três edições que disputou.

Em clubes, Luis Enrique conquistou a Champions League (2014-15), Mundial (2014), La Liga (2014-15 e 2015-16), Supercopa da Europa (2015), Copa do Rei (2014-15, 2015-16 e 2016-17)) e Supercopa da Espanha (2016-17) - todas pelo Barcelona.

Scolari anunciou a aposentadoria como treinador em 2022 após ser vice da Libertadores e classificar o Athletico para a fase de grupos da competição sul-americana, com o sexto lugar na Série A. Atualmente com 74 anos, é diretor-técnico do Furacão.

Com informações do Globo Esporte 

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE