Píton de 5,2 metros é capturada por pesquisadores

Insana

08 de abril de 2019 13:57

Da Redação


Relacionadas

Jovem ‘escala’ estrutura durante show de Luan Santana em PG

Austrália cria radar para multar quem usa celular dirigindo

Prefeito é amarrado em veículo e arrastado pelas ruas

Drones encontram em caverna homem foragido há 17 anos
Sequestrador é preso após 34 anos do caso do voo TWA 847
Homem morre ao fazer pedido de casamento embaixo d'água
Homem revela motivos para se casar com boneca virtual
A cobra fêmea, capaz de engolir um cervo inteiro, continha 73 ovos em desenvolvimento Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A cobra fêmea, capaz de engolir um cervo inteiro, continha 73 ovos em desenvolvimento

Uma píton de 64 quilos de peso e 5,2 metros de comprimento foi capturada por pesquisadores da Flórida, que usaram técnicas inovadoras.

Segundo a Reserva Nacional Big Cypress, que anunciou a captura, a cobra fêmea, capaz de engolir um cervo inteiro, continha 73 ovos em desenvolvimento.

É uma das maiores pítons já capturadas no sul da Flórida, de acordo com a reserva localizada ao norte do Everglades Park.

Os pesquisadores descobriram o réptil colocando transmissores de rádio em pítons masculinos, o que lhes permitiu localizar a fêmea.

"Nossa equipe não apenas elimina as cobras invasivas, mas também coleta dados para pesquisas", disseram os cientistas.

Segundo eles, esses répteis representam "uma importante ameaça à vida selvagem", já que, na ausência de predadores naturais, nada pode impedir sua multiplicação.

A píton birmanesa foi considerada uma espécie invasora desde que apareceu pela primeira vez na região em 1980.

O governo americano proibiu sua importação em 2012 por causa de seu perigo.

Leia outras notícias do mundo no Yahoo

 

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede