Mulher se passa por modelo para conseguir nudes no Tinder

Insana

14 de junho de 2019 11:25

Da Redação


Relacionadas

Jovem descobre que gatinho adotado era um puma selvagem

Professor sugere redação sobre sexo e revolta pais

Javalis cheiram R$ 88 mil em cocaína escondida em floresta

Ladrão de calcinhas 'azeda' o dia das vítimas e da PM
Universidade oferece método de relaxamento em uma cova
Homem morre após tentar comer 50 ovos em desafio
Homem entra em agência bancária com o cavalo
A enfermeira foi presa por usar perfil fake para conseguir nudes de mulheres que ela conhecia. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A enfermeira foi presa por usar perfil fake para conseguir nudes de mulheres que ela conhecia.

Nas redes sociais e aplicativos de relacionamento, como o Tinder, Adele Rennie, usava as fotos do modelo Craig Dunn para seduzir outras mulheres. No perfil fake criado pela enfermeira escocesa, de 28 anos, ela se passava por um advogado, possuía um Jaguar e morava em Ayrshire. Foram cinco anos de golpe, período em que Adele enganou pelo menos 10 mulheres, entre elas uma finalista do concurso Miss Escócia.

Para conquistar as vítimas, a enfermeira usava um aplicativo que muda a voz, ficando com um tom mais masculino. Adele foi presa, mas foi liberado depois de 10 meses de detenção. Semanas depois da soltura, ela voltou a aplicar o golpe, em outras três vítimas. Ela voltou a ser presa e incluída em uma lista de criminosa sexual.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização