Homem morre ao fazer pedido de casamento embaixo d'água

Insana

22 de setembro de 2019 11:01

Da Redação


Relacionadas

Pai registra filho como Gabriel Arrascaeta após títulos

Jovem descobre que gatinho adotado era um puma selvagem

Professor sugere redação sobre sexo e revolta pais

Javalis cheiram R$ 88 mil em cocaína escondida em floresta
Ladrão de calcinhas 'azeda' o dia das vítimas e da PM
Universidade oferece método de relaxamento em uma cova
Homem morre após tentar comer 50 ovos em desafio
PUBLICIDADE

A namorada filmou o momento em que Steven mergulhou para pedi-la em casamento e não retornou a superfície

Um americano se afogou enquanto pedia sua namorada em casamento durante uma viagem para a Tanzânia. Steven Weber e sua namorada, a advogada Kenesha Antoine, do estado da Luisiana, estavam hospedados no Manta Resort, um hotel de luxo nas proximidades da Ilha Pemba com cabines submarinas. O quarto onde o casal passava as férias ficava a 250 metros da costa, onde o oceano tem cerca de 10 metros de profundidade.

Kenesha filmou o momento em que Steven, com óculos de natação e pés de pato, mergulhou para pedi-la em casamento. Nas imagens, do outro lado da janela, ele segura um papel, envolto em plástico, que diz: "Eu não posso segurar minha respiração por tempo suficiente para dizer tudo aquilo que eu amo em você. Mas tudo que eu amo sobre você, eu amo mais a cada dia!".

Segundo o hotel, o homem "se afogou tragicamente enquanto fazia, sozinho, mergulho livre no lado de fora de uma de nossas cabines submarinas". A morte foi confirmada por sua namorada em um post no Facebook, em que disse que ele "nunca voltou das profundezas".

Em seu post no Facebook, Kenesha disse que seu namorado "nunca pode ouvir sua resposta", que teria sido "sim, um milhão de vezes". "Nós nunca pudemos nos abraçar e celebrar o início do resto de nossas vidas juntos, enquanto o melhor dia de nossas vidas transformou-se no pior, na peça mais cruel que o destino poderia pregar".

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização