Ladrão de calcinhas 'azeda' o dia das vítimas e da PM

Insana

13 de novembro de 2019 10:46

Da Redação


Relacionadas

Pai registra filho como Gabriel Arrascaeta após títulos

Jovem descobre que gatinho adotado era um puma selvagem

Professor sugere redação sobre sexo e revolta pais

Javalis cheiram R$ 88 mil em cocaína escondida em floresta
Ladrão de calcinhas 'azeda' o dia das vítimas e da PM
Universidade oferece método de relaxamento em uma cova
Homem morre após tentar comer 50 ovos em desafio
Calcinhas e sutiãs foram encontrados escondidos em vários locais do quarto do homem, que mora em Turmalina, no Vale do Jequitinhonha Foto: AlegreteTudo
PUBLICIDADE

Segundo a PM, calcinhas e sutiãs foram encontrados escondidos em vários locais do quarto do homem, que mora em Turmalina, no Vale do Jequitinhonha

Cercas, varais e lojas. Esses eram alguns dos locais escolhidos por um ladrão de calcinhas e sutiãs preso com 1.045 peças íntimas escondidas no quarto de sua casa, em Turmalina, cidade no interior de Minas Gerais. Durante a abordagem, os policiais militares foram surpreendidos ao perceberem que o homem, de 41 anos, estava usando uma das calcinhas.

Com base no número de peças apreendidas, é possível dizer que muitas das 8.880 mulheres que fazem parte da população do município, no Vale do Jequitinhonha, já foram vítimas dele, preso, de acordo com a Polícia Militar, pela segunda vez pelo mesmo crime.

Ainda segundo as informações da PM, as mil calcinhas e os 45 sutiãs foram encontrados em vários locais do quarto dele: debaixo da cama, dentro do colchão e no guarda-roupas. Em 2015, os furtos de 301 peças íntimas ocorreu em Capelinha, cidade vizinha a Turmalina.

“A Polícia Militar foi até a residência dele, no Bairro São João Batista, para darmos cumprimento a um mandado de prisão por furto. Durante as buscas, encontramos as peças íntimas”, fala o tenente André Dale. Havia roupas íntimas novas e usadas, de várias cores e modelos.

Leia mais clicando aqui

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização