Peça de teatro espírita será apresentada em Ponta Grossa

Mix

13 de maio de 2019 11:36

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Disney divulga o 1º trailer de ‘A Dama e o Vagabundo’

Pagode da Ofensa se apresenta neste domingo em PG

Cine Araújo traz os destaques no cinema em PG

Salão do Patrimônio Cultural termina neste domingo
13º Leitão Fest acontece neste domingo em PG
Balada sertaneja com Jeann e Julio acontece neste sábado
Confira o resumo das novelas desta sexta-feira (23/08)
PUBLICIDADE

História narra um encontro entre Bezerra de Menezes e o Espírito Emmanuel reencarnado

No dia 21 de maio, Ponta Grossa recebe o espetáculo ‘Diálogos de Luz’, uma peça de teatro espírita produzida pela Rama Kriya, de São Paulo. A trama é inspirada em fato ocorrido no Rio de Janeiro, em 1886: a relação amistosa entre o Dr. Adolfo Bezerra de Menezes - conhecido à época como ‘o chefe dos Espíritas’ - e um sacerdote católico chamado Amaro, ninguém menos que o Espírito Emmanuel reencarnado. Com produção local assinada pela Luneta Experiências Culturais, o espetáculo será apresentado às 20h, no Cine-Teatro Ópera. Os ingressos custam R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia) e já estão à venda na loja Cartuchos XV (em frente ao teatro).

Segundo relato de Chico Xavier, registrado no livro ‘Deus Conosco’ (Ed. Vinha de Luz), eles se conheceram e “conversaram abertamente sobre o Espiritismo”. Com base nesses fatos, confirmados ou revelados por fontes confiáveis, foram construídos os diálogos. O que teriam conversado, acima dos preconceitos de crença, esses dois Espíritos de escol? Se, dois séculos antes, como Padre Damiano, Emmanuel já acreditava na reencarnação (vide ‘Renúncia’, de Emmanuel/Chico Xavier), como seriam as convicções de Padre Amaro sobre o assunto? Tratando-se de Espíritos comprometidos com a Nova Revelação, é natural que houvesse empatia e afinidade entre eles. Teriam chegado a ser amigos? Até que ponto poderiam ter exercido recíproca influência?

A peça é obra de ficção histórica: uma narrativa plausível, construída a partir de fatos estabelecidos. Pessoas e acontecimentos são tratados com respeitosa liberdade, a fim de desenvolver uma reflexão que ultrapassa os limites estreitos do relato biográfico. Não se trata de obra mediúnica, embora o autor Alberto Centurião tenha, sim, recebido alguma inspiração no seu desenvolvimento, como costuma acontecer com os escritores, desde a antiguidade.

Com direção de Lucienne Cunha, o espetáculo estreou em São Paulo e agora inicia turnê por Paraná e Santa Catarina.

Peça ‘Diálogos de Luz’

Data: 21 de maio

Horário: 20h

Local: Cine-Teatro Ópera – auditório A

Ingressos: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia)

Ponto de venda: Loja Cartuchos XV (Rua XV de Novembro, em frente ao teatro)

Classificação: Livre

Informações Assessoria de Imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede