Parque Histórico participa da Semana Nacional de Museus

Mix

20 de maio de 2020 02:00

Da Redação


Relacionadas

PG ganha drive-in para sessões de filmes e eventos

Dupla Zé Vinicius e Rafael realiza live solidária sábado

Produção literária de PG não para durante a quarentena

Coro municipal faz sucesso na internet com música de Pixinguinha
Cultura divulga resultado dos recursos do Profice
Grupo BO Paper faz parceria com o Pegaí
Crônicas dos Campos Gerais: ‘Os óculos’
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Com 14 exposições virtuais a programação do museu para o evento será totalmente on-line e gratuita

A Semana Nacional de Museus é um evento organizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e que mobiliza centenas de instituições culturais brasileiras a realizarem ações com o intuito de celebrar o Dia Internacional de Museus, 18 de maio. Com o tema Museus para a Igualdade: diversidade e inclusão, a 18ª edição do evento acontece virtualmente, pois os museus seguem fechados como forma de prevenção ao contágio ao COVID-19.

O Parque Histórico de Carambeí, como renomados museus centenários, participa da Semana de Museus com ações virtuais. São 14 exposições virtuais disponíveis para visitação on-line e gratuita, com temas diversos que vão de práticas alimentares, arte decorativa na residência de imigrantes à presença negra na antiga colônia.

“É a primeira vez que toda a programação pensada para a Semana Nacional de Museus será integralmente on-line, devido as circunstâncias da pandemia de covid-19, museus de todo o país tiveram que migrar sua programação para meios digitais. Muitas das atividades que a equipe do Parque elaborou especialmente para a semana promovida pelo Ibram não puderam ser transferidas ou adaptadas, no entanto, oferecemos ao público, 14 exposições temporárias e temáticas sobre temas referentes a história e cultura da antiga colônia Carambeí”, conta Felipe Pedroso historiador e coordenador cultural do Parque Histórico.

O museu tem visto a internet como método de aproximação do público, mas o trabalho foi intensificado em 2018 com intuito de democratizar o acesso as exposições e história de Carambeí. Neste momento tem sido essencial para dar continuidade as ações propostas pelo calendário cultural. “A digitalização das nossas exposições e produções de conhecimento, já era algo que vínhamos investindo nos últimos 3 anos. Inserir as atividades na rede virtual é uma das nossas apostas para expandir a democratização de acesso aos bens culturais do museu e por consequência, romper as limitações das barreiras geográficas”, relata o historiador.

As exposições virtuais estão disponíveis no site www.aphc.com.br/exposições.

PUBLICIDADE

Recomendados