Parque Histórico participa da Semana Nacional de Museus

Mix

20 de maio de 2020 02:00

Da Redação


Relacionadas

Professor promove palestra sobre a Semana da Consciência Negra

Coleções de moda destacam-se por diferentes culturas

Mostra de Talentos será exibida online neste sábado

Escritora de PG lança novo livro
Museu Paranaense traz mostra em parceria com Fundação
Mostra “Em Casa com Bonecos” estreia domingo
Crônicas dos Campos Gerais: “Máscaras aqui e acolá”
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Com 14 exposições virtuais a programação do museu para o evento será totalmente on-line e gratuita

A Semana Nacional de Museus é um evento organizado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e que mobiliza centenas de instituições culturais brasileiras a realizarem ações com o intuito de celebrar o Dia Internacional de Museus, 18 de maio. Com o tema Museus para a Igualdade: diversidade e inclusão, a 18ª edição do evento acontece virtualmente, pois os museus seguem fechados como forma de prevenção ao contágio ao COVID-19.

O Parque Histórico de Carambeí, como renomados museus centenários, participa da Semana de Museus com ações virtuais. São 14 exposições virtuais disponíveis para visitação on-line e gratuita, com temas diversos que vão de práticas alimentares, arte decorativa na residência de imigrantes à presença negra na antiga colônia.

“É a primeira vez que toda a programação pensada para a Semana Nacional de Museus será integralmente on-line, devido as circunstâncias da pandemia de covid-19, museus de todo o país tiveram que migrar sua programação para meios digitais. Muitas das atividades que a equipe do Parque elaborou especialmente para a semana promovida pelo Ibram não puderam ser transferidas ou adaptadas, no entanto, oferecemos ao público, 14 exposições temporárias e temáticas sobre temas referentes a história e cultura da antiga colônia Carambeí”, conta Felipe Pedroso historiador e coordenador cultural do Parque Histórico.

O museu tem visto a internet como método de aproximação do público, mas o trabalho foi intensificado em 2018 com intuito de democratizar o acesso as exposições e história de Carambeí. Neste momento tem sido essencial para dar continuidade as ações propostas pelo calendário cultural. “A digitalização das nossas exposições e produções de conhecimento, já era algo que vínhamos investindo nos últimos 3 anos. Inserir as atividades na rede virtual é uma das nossas apostas para expandir a democratização de acesso aos bens culturais do museu e por consequência, romper as limitações das barreiras geográficas”, relata o historiador.

As exposições virtuais estão disponíveis no site www.aphc.com.br/exposições.

PUBLICIDADE

Recomendados