Produção literária de PG não para durante a quarentena

Mix

23 de maio de 2020 15:22

Da Redação


Relacionadas

'Em Casa com Cultura' fomenta produções e artistas locais

A moda e as mudanças ao longo dos anos

Academia de Letras e Artes de PG promove festival online

Bacalhau Jurema: um prato dos deuses no paraíso termal
Orquestra Sinfônica do Paraná faz 35 anos e celebra de forma virtual
Paraná deve receber R$ 71 milhões para apoio à classe artística
Pop Cyber lança página especial de lives musicais
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Editoria Estúdio-Texto registra várias publicações em andamento, mesmo durante período da pandemia

Em tempos de isolamento social, escritores intensificam a produção de obras literárias e científicas em Ponta Grossa. A Editora Estúdio Texto registra várias publicações em andamento, destaca livros recém-chegados da gráfica e a coletânea “Azulejo”, que reúne grandes nomes da literatura local.

Entre as obras finalizadas está “Geopatrimônio: Tibagi, Paraná”, aprovada pelo Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Estado (Profice) com o apoio da Copel. O livro registra a geodiversidade e o patrimônio cultural do município através de análises e fotografias de Antonio Liccardo, geólogo, fotógrafo e pesquisador do patrimônio geológico e de geoturismo.

Karine Jabur, que preparava o lançamento da sua primeira publicação, “Teu coração é teu céu”, precisou adiar os planos, porém não o sonho. “Ela recebeu o livro em meio a pandemia do novo coronavírus e já compartilha a experiência nas redes sociais”, afirma a diretora da Estúdio Texto, Josiane Blonski.

Integrando a lista das novas publicações, Aparecida de Jesus Ferreira lança o “Livro de atividades: as bonecas negras de Lara”, também recém-chegado da gráfica, Mário Sérgio de Melo finaliza os livros “Perrengas Princesinas II” e “Tercetos excluídos” e Renata Regis Florisbelo trabalha em sua 14ª obra, “Bolso: onde a vida cabe”.

 “AZULEJO” É A NOVA COLETÂNEA DA EDITORA

A segunda obra coletiva sob coordenação da Estúdio Texto reúne contos, crônicas, poesias, fotografias e ilustrações. Organizada pela jornalista Ana Caroline Machado e a gestora Josiane Blonski, “Azulejo” traz olhares distintos sobre as várias formas, reais ou abstratas, desse objeto sempre presente no cotidiano, tal como “A xícara”, tema da coletânea anterior.

A obra está em fase de edição e conta com a participação de renomados escritores da cidade. O edital continua aberto, quem desejar participar basta entrar em contato com a editora através das redes sociais ou diretamente com as organizadoras.

As informações são da assessoria. 

PUBLICIDADE

Recomendados