Produção literária de PG não para durante a quarentena

Mix

23 de maio de 2020 15:22

Da Redação


Relacionadas

Lago de Olarias ganha árvore de Natal gigante

‘Literatura para a UEPG’ recebe inscrições para aulas sobre obras do PSS

Moda: Versatilidade resgata acessórios de diversos estilos para este verão

Scilas Oliveira lança novo trabalho musical
Museu Holandês de Arapoti terá recursos da Lei Rouanet
Live às 19h abre exposição do MON em Ponta Grossa
Crônicas dos Campos Gerais: “A Bomboniere Aurora”
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Editoria Estúdio-Texto registra várias publicações em andamento, mesmo durante período da pandemia

Em tempos de isolamento social, escritores intensificam a produção de obras literárias e científicas em Ponta Grossa. A Editora Estúdio Texto registra várias publicações em andamento, destaca livros recém-chegados da gráfica e a coletânea “Azulejo”, que reúne grandes nomes da literatura local.

Entre as obras finalizadas está “Geopatrimônio: Tibagi, Paraná”, aprovada pelo Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura do Estado (Profice) com o apoio da Copel. O livro registra a geodiversidade e o patrimônio cultural do município através de análises e fotografias de Antonio Liccardo, geólogo, fotógrafo e pesquisador do patrimônio geológico e de geoturismo.

Karine Jabur, que preparava o lançamento da sua primeira publicação, “Teu coração é teu céu”, precisou adiar os planos, porém não o sonho. “Ela recebeu o livro em meio a pandemia do novo coronavírus e já compartilha a experiência nas redes sociais”, afirma a diretora da Estúdio Texto, Josiane Blonski.

Integrando a lista das novas publicações, Aparecida de Jesus Ferreira lança o “Livro de atividades: as bonecas negras de Lara”, também recém-chegado da gráfica, Mário Sérgio de Melo finaliza os livros “Perrengas Princesinas II” e “Tercetos excluídos” e Renata Regis Florisbelo trabalha em sua 14ª obra, “Bolso: onde a vida cabe”.

 “AZULEJO” É A NOVA COLETÂNEA DA EDITORA

A segunda obra coletiva sob coordenação da Estúdio Texto reúne contos, crônicas, poesias, fotografias e ilustrações. Organizada pela jornalista Ana Caroline Machado e a gestora Josiane Blonski, “Azulejo” traz olhares distintos sobre as várias formas, reais ou abstratas, desse objeto sempre presente no cotidiano, tal como “A xícara”, tema da coletânea anterior.

A obra está em fase de edição e conta com a participação de renomados escritores da cidade. O edital continua aberto, quem desejar participar basta entrar em contato com a editora através das redes sociais ou diretamente com as organizadoras.

As informações são da assessoria. 

PUBLICIDADE

Recomendados