Ponta Grossa abre Festival de Cultura Popular

Mix

13 de outubro de 2020 18:00

Hurlan Jesus


Relacionadas

Palhaço Picolé realiza apresentações em praças de PG

“Boom Bap Velho Oeste” o novo lançamento de Zero Meia

Projeto Cultural de PG é aprovado em edital estadual

Associação faz carta aberta pela reabertura dos museus da região
UEPG reedita livros das irmãs Judith e Emília Dantas
Crônicas: “Uma pequena Kiev em sublimação”
Fotógrafa de PG é premiada em outro concurso internacional
Projeto foi idealizado pelo Conselho Municipal e pela Fundação de Cultura Foto: Cristiano Barbosa
PUBLICIDADE

Projeto foi idealizado pelo Conselho Municipal e pela Fundação de Cultura

O Festival ponta-grossense de cultura popular teve início nesta última segunda-feira (12) e segue sua programação durante toda a semana. Ao todo são cinco apresentações, duas exposições e uma oficina cultural. O evento é realizado de maneira online, e tem por objetivo apresentar a cultura popular de diversas regiões do Brasil por artistas de Ponta Grossa.

Eduardo Godoy, diretor do Departamento de Cultura de Ponta Grossa, comenta que o projeto foi fruto da parceria entre a Fundação de Cultura com o Conselho Municipal de Política Cultural. O edital com os nomes dos projetos foi divulgado ano passado, porém as apresentações foram adiadas. O Festival seria realizado nos bairros Sabará e Coronel Cláudio. Devido a pandemia, o evento foi adiado para oeste mês de maneira totalmente virtual.

As gravações ocorreram no Centro de Cultura e ao todo são cinco apresentações, sempre às 12h na página do facebook da Fundação de Cultura:

12/10: Geordani Castilho – Tributo ao Sul

13/10: Tiriva Instrumental - Viola Brasileira

14/10: Gueg Ponta Ra – A rua tem voz

15/10: MUM – Nebulosa

16/10: Chave de Mandril – O Nordeste é aqui

Além das apresentações, estão sendo realizadas duas exposições virtuais: O 7 Orixás de Celso Parubocz e a Construção de bonecas de panos do autor Emerson Carneiro. E também o festival apresenta uma oficina: Introdução ao Carnaval de Rua de Wandercleiton dos Santos. O Festival é apresentado na página da Fundação de Cultura no Facebook.

O rapper Gueg, que terá sua apresentação na próxima quarta-feira, destaca a importância de poder participar do Festival: “O evento é muito importante para os artistas locais apresentarem a cultura de diversos canto do país. Assim como nós, que sempre divulgamos o rap, que retrata a essência da música da periferia do país”, comenta o músico.

PUBLICIDADE

Recomendados