Moda: Versatilidade resgata acessórios de diversos estilos para este verão

Mix

28 de novembro de 2020 05:45

Da Redação


Relacionadas

2021 será marcado pelo novo ciclo da moda

Coluna 'Na Trilha da Fé: Pastoral da Criança: a cara da Igreja

Espaço Cultural Pôr do Sol promove live neste sábado

Crônicas dos Campos Gerais: ‘Simples e bom’
Coletivo musical Fora da Caixa lança videoclipe ‘Arizona’
Músico de PG promove live na próxima quarta
Conheça um pouco sobre a banda Diorama
Moda: Versatilidade resgata acessórios de diversos estilos para este verão Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Moda: Versatilidade resgata acessórios de diversos estilos para este verão

Os calçados são um dos maiores exemplos e nossa matéria de hoje. O design é um dos principais diferenciais neste segmento de moda que engloba toda a cadeia de produção, o que gera muita competitividade. Os valores agregados vão refletir diretamente no posicionamento do produto no mercado. A indústria calçadista no atual contexto de mercado globalizado, já apresenta características com mudanças tecnológicas, comunicação rápida, abertura econômica e competição global, o que é bom, pois chama a atenção sobre a necessidade de se ter uma correta percepção e avaliação das influências externas para que se consiga ter sucesso nos lançamentos.

Para este verão, não podemos chamar de um modelo surpresa, no entanto trazem um retrospecto do desenvolvimento e aponta os benefícios de sua utilização que é o uso dos “chinelos”. Além de serem apresentados em diversos modelos, as principais adeptas dos chinelos foram as celebridades, que veem além do conforto sua marca preferida chancelando a proposta. Geralmente quando esse público aprova os modelos seja de roupas ou calçados se tornam uma das maiores inspirações, quando o assunto é tendência.

Os modelos hit da temporada são aqueles que deixam quase todo o pé à mostra. Quanto aos materiais, as cordas estão entre os favoritos da estação e já ganharam referências. Agora como poderíamos imaginar que os “chinelos” iriam ganhar a versão e o glamour das marcas de luxo como: Gucci, Prada, Chanel entre várias outras. Um chinelo é para lá de confortável e casual não é mesmo? No entanto, o que podemos analisar é que desta vez não está sendo visto pela moda como um simples “chinelinho de dedo” que trazia ao look uma certa informalidade. Saiba que usar um chinelo em 2021 será totalmente ao contrário depois que grandes marcas os apresentaram para o mundo da alta moda, inclusive já foram registrados o uso de chinelos na Europa combinados com vestidos de festa.

Talvez aqui no Brasil, que é um país tropical seja usado com outro contexto. Mas o chinelo está ressurgindo nos looks mais contemporâneos e com cifras bem elevadas.

Além de uma tendência, deve prevalecer o alinhamento a marca usada com o estilo que segundo pesquisas de desenvolvimento do mercado da moda. Chamada de pesquisa exploratória, o impacto da pandemia deixa para a história um crescimento elevado onde o consumidor está transformando as mudanças do segmento de criação de moda. Hoje o público alvo seja de grandes marcas ou não, anseiam por peças, tecidos, cortes onde predomine o “conforto”. Como a moda é cíclica, e precisa se adaptar a um conjunto de fatores, e já passou por muitas fases de guerras, pandemias e tantos fatores econômicos não poderia ficar restrita e fechada para os acontecimentos de agora.

O resultado consequentemente, foi de transformação onde até mesmo um acessório pode refletir em transmitir outras referências anulando as características anteriores. É exatamente neste contexto que se encaixa o chinelo que ganhou status de sofisticação e luxo. Além da praticidade, a sua divisão está na criação e no rótulo da etiqueta que tem sentido de comunicação não verbal.

Marcas com chanel por exemplo já tem design moderno um toque conceitual, mas DNA de grandes marcas sempre estará em tudo que ela criar. Uma das razões pelas quais marcas de grife mesmo lançando chinelos, são “caros”, porque quando se compra uma peça de uma determinada marca, você não está pagando apenas pelo item, e sim pelo processo de criação e histórico da marca. As pessoas que usam marcas de luxo prezam pela qualidade e sua identidade pessoal. Já a forma de ser usada pode ser mais discreta ou mais expressiva, como os modelos discretos de Bottega Veneta.

Finalizo, afirmando que a principal razão pela qual as marcas de grife voltarem suas criações para este acessório, foi respeitando o desejo do seu público alvo. Hoje seja no setor que envolva “moda” as coleções que ganharam maior destaque foram para as grifes que levaram para a passarela a sofisticação alinhada ao conforto seja em peças ou acessórios. Primando é evidente pelo valor agregado a marca. 

PUBLICIDADE

Recomendados