Cantor de PG celebra o dia do Samba com “Declaração”

Mix

01 de dezembro de 2020 20:00

Da Redação


Relacionadas

Crônicas dos Campos Gerais: ‘Simples e bom’

Coletivo musical Fora da Caixa lança videoclipe ‘Arizona’

Músico de PG promove live na próxima quarta

Conheça um pouco sobre a banda Diorama
Moda 2021: Do romantismo à casualidade, dos clássicos que não saem de moda
Coluna 'Na Trilha da Fé: O legado de Dom Mazzarotto
Embalado pela vacina, MC Fioti fará versão para o Butantan
Juliano Carneiro lança o novo clipe "Declaração" nesta terça para celebrar o dia do Samba Foto: Felipe Cepeluski
PUBLICIDADE

Juliano Carneiro lança o novo clipe nesta terça para celebrar o dia do Samba

Para comemorar o dia Nacional do Samba, o cantor e compositor Ponta-grossense Juliano Carneiro estará lançando um novo clipe com um samba de sua autoria. O nome da composição é Declaração e conta com a participação do produtor musical carioca Cláudio Rosa, que gravou contrabaixo na faixa. Juliano afirma que a canção traz estilo um samba romântico, “É um samba romântico, tentando resgatar os sambas canções como as canções do Benito di Paula, Agepê”, o cantor também afirma da inspiração em ter feito a canção, “A inspiração foram coisas do cotidiano, mas nenhuma situação concreta. Foi uma musa imaginária”, comenta Juliano.

Cláudio Rosa foi produtor musical do cantor mineiro Alexandre Pires. Juliano Carneiro dirigiu o roteiro do clipe mostrando alguns locais da nossa cidade como a Estação Saudade, Arena Multiuso, escada de mosaicos da Rua Padre Idelfonso e a praça do Pôr do Sol.

Juliano Carneiro tem o samba em seu DNA, seu avô paterno Antônio Carneiro foi fundador da escola de samba "Unidos do Olarias" e seu pai Jair Carneiro também foi músico percussionista da noite, acompanhou o cantor Jorge Ângelo. A música já está disponível nas plataformas digitais e nessa quarta-feira dia 02 o cantor lançará o clipe oficial.

Recentemente, Juliano Carneiro gravou um clipe com Fabrício Cunha para celebrarem a amizade de duas décadas. Fabrício foi professor de Juliano. A gravação ocorreu na Mansão Vila Hilda, sede do Centro de Cultura de Ponta Grossa. As músicas foram: Juízo Final e a Flor e o Espinho. Ambas de Nelson Cavaquinho. As músicas foram selecionadas para trazer a reflexão e uma mensagem de esperança para as pessoas, neste período de pandemia.

Juliano Carneiro é músico há 15 anos, com diversos trabalhos autorais em plataformas digitais, além da gravação de um CD. Juliano trabalhou com diversos músicos, inclusive o Fabrício Cunha. Fabrício Cunha tem seu trabalho desenvolvido em cima do samba e chorinho, sendo referência do gênero musical em Ponta Grossa.

Os músicos, assim como a maioria, estão parados por causa da pandemia da Covid-19. Não podendo mais fazerem suas apresentações em casas de shows da região. Porém, a saída foi investir em lives e aproveitando o tempo para produzirem novos trabalhos: “Esse período tem sido de muito estudo e também se reinventando sempre. Tenho aproveitado o tempo para gravar vídeos, compor e também tenho sido convidado para diversas lives”, finaliza Juliano Carneiro.

Para conferir "Declaração" basta acompanhar o sambista Juliano Carneiro em suas redes sociais:

Instagram: @julianocarneirocantor

Facebook: Juliano Carneiro Cantor

YouTube: Juliano Carneiro Cantor

PUBLICIDADE

Recomendados