PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Museu Campos Gerais recebe exposição 'Múltiplo Leminski'

Mix

03 de agosto de 2021 09:40

Da Redação


Relacionadas

Imigração holandesa é destaque em Dia Mundial do Turismo

Livro de Fábio Holzmann fala sobre patrimônio cultural de PG

Projeto leva atores nas escolas para leituras dramatúrgicas

Hortifruti do Tozetto
Confira a Coluna RC desta quarta-feira (22-09)
Festival VIVA PG abre votação para escolher ganhadores
Confira a Coluna RC desta terça-feira (21-09)
Mostra está na sua 11ª edição e traz produções de Paulo Leminski, por meio de catalogação feita pela família Foto: Rafael Schoenherr/MCG
PUBLICIDADE

Mostra já circulou pelas cidades de Recife, São Paulo, Londrina, Maringá, Curitiba, Foz e já foi vista por mais de 600 mil pessoas

A Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), por meio do Museu Campos Gerais (MCG), recebe nesta terça-feira (3) a exposição Múltiplo Leminski.  A mostra está na sua 11ª edição e traz produções de Paulo Leminski, intelectual curitibano (1944-1989), por meio de catalogação feita pela família Leminski.  A abertura oficial da mostra acontece ao vivo, pelo Facebook da UEPG, às 19h.

A equipe do Museu já deu início aos preparativos para receber a mostra. De acordo com o diretor geral do MCG, Niltonci Chaves, a exposição ocorrerá em formato híbrido, com visitação presencial agendada, além do passeio interativo em 360º, produzido pelo fotógrafo Celso Margraf. “Paulo Leminski é muito conhecido como poeta, mas ele foi muito além disso – foi um intelectual acima de tudo, crítico literário, tradutor, professor e músico. Aqueles que não o conhecem vão se surpreender, porque a produção musical do Paulo Leminski é muito grande”, destaca. Para o diretor, Paulo Leminski contribuiu para a construção da cultura do Paraná. “Hoje há uma identidade paranaense que dialoga muito com a produção artística e cultural do Paulo Leminski. A exposição mescla imagens, depoimentos, passagens da vida do Paulo não só como poeta, mas como intelectual paranaense que até hoje é cultuado e reconhecido pela sua importância”, enfatiza.

A curadoria é formada pela escritora Alice Ruiz, com quem Leminski foi casado por 20 anos, e suas filhas Aurea e Estrela Leminski, conhecedoras da obra do artista. “Paulo Leminski foi um artista à frente do seu tempo, precursor de um estilo de linguagem objetiva e concisa. Dizia o máximo com o mínimo. O senso de humor e a ironia muitas vezes estavam presentes e transitava com desenvoltura pelos universos erudito e pop”, destaca Aurea Leminski. Segundo ela, a mostra revela todo o processo criativo, as influências e a diversidade da produção artística, traduzidos em ambientações e espaços cênicos ricamente ilustrados.

O professor Miguel Sanches Neto, reitor da UEPG, conta que Paulo Leminski já esteve outras vezes na UEPG, “sempre com sua genialidade e com seu brilhantismo, em eventos do curso de Letras. E agora ele retorna, depois de já incorporado ao cânone da literatura brasileira, nesta exposição que talvez seja a mais significativa feita em Ponta Grossa na área da literatura”, destaca. O reitor ainda explica a importância da mostra para a Universidade. “A UEPG se sente extremamente honrada por poder oferecer, mesmo em situação de pandemia, uma exposição que apresenta a vida do poeta, mas que principalmente estimula o acesso a sua obra e a literatura de uma forma geral”.

A mostra já circulou pelas cidades de Recife, São Paulo, Londrina, Maringá, Curitiba e Foz do Iguaçu e já foi vista por mais de 600 mil pessoas. “A expectativa em Ponta Grossa é repetir o mesmo resultado das montagens anteriores, procurando atrair a comunidade local com ações que estarão presentes também fora do espaço do Museu, como shows, palestras, street art (grafitti), entre outras atividades paralelas complementares”, finaliza Aurea.

A exposição traz todas as edições dos livros escritos por Paulo Leminski, além do seu repertório como letrista e compositor; recortes específicos da faceta como jornalista, publicitário e crítico; entrevistas; cartas; documentos pessoais; crônicas de jornais; e vídeos selecionados a partir do acervo particular da família. O Múltiplo Leminski acontece pelo edital do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura (Profice), da Superintendência Estadual de Cultura do Paraná, com patrocínio da Copel. O projeto ainda conta com apoio da Associação de Museus dos Campos Gerais, Secretaria de Turismo de Ponta Grossa, Hotel Planalto e Lumen Café+Gastronomia.


Exposição

A abertura da exposição e a visita guiada com a curadoria serão transmitidas pelo Facebook da UEPG, a partir das 19h. Não haverá público durante o evento, apenas autoridades e representantes institucionais ligados à exposição. O agendamento para  visitação presencial, bem como a exposição virtual em 360º, estarão disponíveis no site do Museu Campos Gerais a partir do dia 3.


Com informações da UEPG

PUBLICIDADE

Recomendados