PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Ernani Buchmann realiza palestra presencial na ALCG

Mix

03 de dezembro de 2021 15:36

Da Redação


Relacionadas

Confira a coluna RC desta quinta-feira (20/01)

Museu Campos Gerais suspende atividades presenciais

Cultura divulga orientações para inscrições do 'PR criativo'

MUPA tem programação sobre contato com a natureza
Fausto Silva testa positivo para a covid-19
Crônicas dos Campos Gerais: Rachel de Queiroz
Confira a coluna RC desta quarta-feira (19/01)
Ernani Buchmann profere palestra na primeira reunião presencial da ALCG Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Integrantes da Academia de Letras dos Campos Gerais têm primeiro encontro presencial, desde fevereiro de 2020, com palestra do presidente da Academia Paranaense de Letras

Com a presença de Ernani Lopes Buchmann, presidente da Academia Paranaense de Letras (APL), a comunidade artístico-cultural ponta-grossense, especialmente integrantes da Academia de Letras dos Campos Gerais (ALCG), tem encontro marcado neste sábado(4/12), a partir das 10h, no SESC Estação Saudade. Em reunião ordinária especial e última do ano, organizada por Neuza Helena Postiglioni Mansani, presidente da ALCG, convidados e interessados assistem à palestra “Pequena viagem pela Cultura paranaense”, que será proferida por Buchmann, também presidente do  Observatório da Cultura Paranaense e do Centro de Excelência em Xadrez, além de ser coordenador de Jornalismo do Sistema Fecomércio PR.

Como escritor já consagrado no cenário da Literatura paranaense, Ernani Buchmann ganha destaque pelo conjunto da sua obra a saber: Cidades e Chuteiras (1987); O Livro do Truco (1996, 2ª edição 2007); Os Heróis da Liberdade (1999); Quando o Futebol Andava de Trem (2002, 2.ª edição 2004); Onde me Doem os Ossos (2003); O Ponta Perna de Pau (2005); A Camisa de Ouro (2006); O Caçador de Moscas (2007); O Bogart Curitibano (2008); e  O Homem com Dois Lados Esquerdos (2013). A adaptação cinematográfica de seu livro Os Heróis da Liberdade foi exibida na “Mostra Internacional de São Paulo”, em 2007. 

Também foram publicados em livro dois de seus roteiros para cinema: Sumiços Delirantes e a edição, exclusiva para investidores, de Sobre Touros e Homens, ambos em 2011. Em 2016, reuniu seus discursos acadêmicos no livro A Voz da Pelerine. Membro do Instituto dos Advogados do Paraná, Buchmann foi vice-presidente da Associação Comercial do Paraná. Recebeu o prêmio de ‘Publicitário do Ano no Paraná’, em 1992, ‘Publicitário dos 20 Anos do Prêmio Colunistas Paraná’ (1986/1996) e ‘Publicitário Latino-Americano’ (2007), além de outras homenagens. Foi eleito para a Academia de Letras do Paraná, em 24 de maio de 2005, com posse em 17 de outubro do mesmo ano, no Clube Curitibano, saudado pelo acadêmico Carlos Roberto Antunes dos Santos.

Além dos livros já supracitados, Ernani Buchmann acrescenta em seu currículo Uma serenata em Paris – Histórias divertidas da vida jurídica (2019); Balada em cinco tons de chumbo grosso (2018); Tiranos – ditadores latino-americanos na literatura (2021); e Da poeira & lama à nuvem – uma viagem inédita pela advocacia do interior do Paraná (2021), lançado recentemente em Ponta Grossa, na sede da OAB.

MAIS DE BUCHMANN

Ernani Lopes Buchmann nasceu em Joinville (SC), em 15 de agosto de 1948, filho de Arino Brazil Cubas Buchmann e Lucília Lopes Buchmann. Cursou o primário no Grupo Escolar Germano Timm e o Curso de Admissão ao Ginásio no Colégio Bom Jesus, ambos em Joinville. Com a transferência da família para Curitiba, estudou no Colégio Santa Maria e no Colégio Estadual do Paraná, formando-se em Ciências Sociais. Componente da Turma 1967/1971 da Faculdade de Direito da UFPR, cumpriu o 2.° ano na Faculdade de Direito do Recife, onde viveu algum tempo.

Foi repórter da Rádio Clube Paranaense, revisor da Editora Laudes (RJ) e cronista de inúmeros jornais e revistas, como Correio de Notícias, Folha de Londrina, Panorama, Quem, Atenção, Paraná & Cia., Ideias e Gazeta do Povo, para a qual escreveu, em 2004, com Carneiro Neto e Vinicius Coelho, a série Casos e Acasos do Futebol Paranaense, em 20 fascículos. Trabalhou como produtor e comentarista em emissoras de rádio (Cultura, 96 FM e 91 Rock) e na TV (RIC, Band e SBT/PR). Iniciou carreira em publicidade em 1972, trabalhando no Rio de Janeiro, dirigindo, depois, diversas agências curitibanas, como Exclam, Master e Get Propaganda.

Ele também já foi diretor executivo da Fundação Cultural de Curitiba e membro dos conselhos de administração da Fundação Teatro Guaíra e do Museu de Arte Contemporânea do Paraná. Ex-professor da PUCPR e do Curso de Pós-Graduação em Marketing da ESIC, foi também coordenador e orientador na pós-graduação na Unicuritiba. Entre janeiro de 1996 e janeiro de 1998, exerceu a presidência do Paraná Clube, anos em que o clube foi tetra e pentacampeão paranaense.

PUBLICIDADE

Recomendados