PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Moda revive valores do passado para recriar o novo

Mix

31 de dezembro de 2021 09:00

Da Redação


Relacionadas

Zé Neto diz não se arrepender de criticar Anitta e Lei Rouanet

Confira a coluna RC desta terça-feira (24/05)

Autora de 'como matar seu marido' é julgada por morte de esposo

Moda: Elegância alinhada ao conforto.
Confira a coluna RC deste sábado (21/05)
MC Bin Laden grava músicas com integrantes do Gorillaz
Maísa é cotada para assumir o 'Vídeo Show' em 2023
PUBLICIDADE

Coluna Estilo e Moda por Silvana Hass desta semana (31/12)

Moda revive valores do passado para recriar o novo

A moda tem a capacidade de expressar o que somos e o que sentimos. Compreende os sentidos do corpo, sendo um dos elementos essenciais que o modifica. Tem o poder de mudar a forma como as pessoas nos interpretam apenas pelo nosso gosto pessoal seja das nossas escolhas,  da roupa que gostamos de usar ou da fragrância do nosso  perfume. 

Paralelamente, a indústria usufrui destas variações  de escolhas e  relaciona  aos valores atuais com referências do passado para  lançar  as tendências que irão refletir no comportamento atual. 

É comum o segmento de  moda  estar relacionado em pesquisas  como algo superficial ou fútil  ,  apenas por suas formas convencionais. No entanto, mal  sabem que a indumentária é somente uma  ponta do um enorme iceberg  submerso em um sistema de significados culturais , complexo e completo.

Partindo dessa contextualização inicia-se uma reflexão sobre a influência da história ,  moda e  tendências como por exemplo o costume de usar  as franjas para adornar as  roupas . 

O fato relevante deste contexto comparado a um iceberg  submerso  é que cada estilo  tem  algo histórico  é como  uso das “Franjas”. O primeiro registro sobre franjas está na Bíblia em números 15:39: no livro sagrado Deus  através de Moisés ordenou aos israelitas que fizessem franjas nas abas das suas vestes, com um cordel azul por cima da franja.

 Pelos indígenas americanos, as franjas eram colocadas nas laterais das roupas ao da cabeça  para que   servissem  de calha para drenar a água da chuva como vemos,   tendência  é uma prática existente em todos os períodos históricos.

Como  moda  elas surgiram na década de 1920  com as melindrosas e seus vestidos de franjas que traziam movimento ao dançar  o  charleston  e logo o balanço das franjas  fez  sucesso, a mulher que já ganhava liberdade de não precisar usar os apertados  espartilhos  , dançava livre com o movimento das franjas soltas ao vento era como poder  voar . O grande nome da moda da década de 1920 que não podemos deixar de mencionar  foi sem dúvida Gabrielle Bonheur Chanel . 

Franjas são atemporais entre vários estilos, não estão presentes apenas em roupas mas pontuam estrategicamente toda a produção de um look . 

A temporada de verão 2022  valorizou    esse estilo de  movimento, afinal não importa sua situação, a vida está em constante movimento e a moda continuará sendo um registro histórico vinculado  à memória de cada tempo .  A grande protagonista  ou seja as franjas estão em todos os acessórios o que pode ser um começo para você aderir a tendência de forma pontual , no entanto estão nas peças do vestuário  chancelando  a  referência de moda  aplicadas em   vestidos ou saias  com longas franjas  nas  barras, nos  decotes  de blusas , em camadas de uma peças únicas  como um vestido curto  ou nas lateral das calças.  É  uma tendência  fácil de adaptar ao guarda roupa  e que propicia  a evolução da  moda em  suas fases do tempo, o que valoriza ainda mais um   visual  de uma peça contemporânea.

PUBLICIDADE

Recomendados