PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

'Aparição' de Michael Jackson intriga web e reacende boatos

Mix

23 de junho de 2022 08:34

Da Redação


Relacionadas

Moda traz combinações aconchegantes para o inverno

Confira a coluna RC deste sábado (25/06)

Presente do primeiro santo brasileiro

Conheça o significado de 7 símbolos das festas de São João
Conheça os melhores jogos de cassino para ganhar dinheiro
Confira a coluna RC desta sexta-feira (24/06)
Esposa pediu divórcio, o que fazer?
Internautas questionam se realmente o 'Rei do Pop' no mundo morreu ou está vivo Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Internautas questionam se realmente o 'Rei do Pop' no mundo morreu ou está vivo

Um vídeo de um homem desconhecido e muito parecido com Michael Jackson (1958-2009) viralizou no TikTok nesta terça (21). Os usuários da rede social foram à loucura e levantaram, mais uma vez, a possibilidade do cantor não ter morrido. "Sim, ele está vivo. Por que as pessoas não acreditam?", questionou uma internauta identificada como Jenifer Maciel.

A gravação que circula na plataforma mostra uma pessoa saindo de um carro enquanto se prepara para entrar em um supermercado. "Eu juro, pessoal, é o Michael Jackson", diz o homem que registrou o momento, que já registra mais de dois milhões de curtidas.

"Se realmente é ele, então ele precisa nos ensinar a sumir tão bem", reagiu uma internauta chamada Carolina Artur. "Ele está vivo, sim. O funeral foi apenas teatro. Ele precisava de paz", opinou outra usuária identificada como Vera.

Apesar das especulações envolvendo a gravação, alguns usuários demonstraram não acreditar que o cantor pode estar vivo. "Se ele realmente estivesse vivo não andaria caracterizado como antes, seria facilmente reconhecido", comentou um internauta identificado como Ferreira. "Está parecendo mais a Rita Lee", brincou o usuário Paulo.


Morte e teorias

Michael Jackson morreu em 25 de junho de 2009, aos 50 anos, após sofrer uma parada cardíaca e ser levado às pressas para o hospital UCLA Medical Center, em Los Angeles. A causa da morte foi divulgada como intoxicação aguda por propofol e benzodiazepina, combinação de medicamentos tranquilizantes.

"Nossa família pede que a mídia respeite nossa privacidade nesse momento difícil", pediu Jermaine Jackson, irmão do cantor, na época. Desde que a notícia da morte foi revelada, fãs de Jackson não pararam de criar teorias sobre o assunto e se apegaram a qualquer ponta de esperança. Um dos questionamentos dos admiradores do artista envolve o fato de as câmeras de sua mansão não terem registrado nenhuma cena que antecedeu o momento que ele teria passado mal.

Há também outras teorias que vão de imagens misteriosas que supostamente seriam de Jackson em locais públicos até a possibilidade de ele estar se passando por sua irmã, La Toya, para viver uma vida mais tranquila.

A vida financeira do Rei do Pop também rendeu especulações. Em 2017, uma declaração do banqueiro David Dunn despertou curiosidade. Ao se apresentar ao Tribunal Tributário dos EUA em Los Angeles, ele afirmou que Jackson vinha enfrentando problemas financeiros antes de sua morte e estava à beira da falência. A fala foi encarada por muitos como uma teoria de que Michael teria fugido para um lugar desconhecido para evitar a pobreza.

Em 30 de julho do mesmo ano, Steve Erhardt, cabeleireiro de Jackson, fez um post que colaborou para que as suspeitas aumentassem. "Uma dica para aqueles que acreditam. Os que acreditam em Michael Jackson. Você viu isso primeiro aqui. Um anúncio. Em alguns meses, ou no mais tardar até o fim do ano, vocês receberão algumas notícias boas. Quase inacreditável! Nem mesmo a família sabe, mas eu sei", escreveu ele.

Informações Notícias da TV

PUBLICIDADE

Recomendados