Museu Oscar Niemeyer recebe exposição "Grid"

São aproximadamente 25 obras em grande escala que representam o diálogo que o artista mantém, desde o início da sua trajetória nos anos 1960, com a escultura e a arquitetura.

Museu Oscar Niemeyer realiza exposição do artista Ascânio MMM
Museu Oscar Niemeyer realiza exposição do artista Ascânio MMM -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

São aproximadamente 25 obras em grande escala que representam o diálogo que o artista mantém, desde o início da sua trajetória nos anos 1960, com a escultura e a arquitetura

A obra de um dos representantes do abstracionismo geométrico, Ascânio MMM, será apresentada na exposição “Grid”, pelo Museu Oscar Niemeyer (MON). A mostra será inaugurada no dia 7 de julho, na Sala 1, com curadoria de Felipe Scovino.

São aproximadamente 25 obras em grande escala que representam o diálogo que o artista mantém, desde o início da sua trajetória nos anos 1960, com a escultura e a arquitetura.

“Grid” é uma exposição que apresenta os últimos 25 anos de trabalho de Ascânio MMM e sua relação particular com a grade, ou grid, com a grafia em língua inglesa mesmo, como muitas vezes é pronunciada no vocabulário das artes, signo marcante para artistas, como ele, que ajudaram a repensar as bases do pensamento abstrato-geométrico no Brasil.

Ascânio Maria Martins Monteiro nasceu em 1941, em Fão, província do Minho, Portugal. Morador no Rio de Janeiro desde 1959, frequentou a Escola Nacional de Belas Artes (Enba), de 1963 a 1965, e concluiu o curso da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FAU/UFRJ), em 1970. Atuou como arquiteto até 1976.

Participou de duas Bienais de São Paulo (1967 e 1979), da 2ª Bienal da Bahia (1968), da 1ª Bienal do Mercosul, em Porto Alegre (1997), e realizou exposições individuais no Rio de Janeiro (Museu de Arte Moderna – 1976, 1984, 1999 e 2008), Belo Horizonte e São Paulo, além de fazer parte de diversas mostras. Em 1972, ganhou o Grande Prêmio para Escultura, no 4º Panorama da Arte Brasileira, no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Suas obras fazem parte de coleções, como da Fundação Edson Queiroz, em Fortaleza, do Itaú Cultural e também de acervos do Museo de Arte Contemporáneo de Buenos Aires; Museu de Arte Moderna e Museu Nacional de Belas Artes, ambos no Rio de Janeiro; Museu de Arte do Rio Grande do Sul; Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo e Pinacoteca do Estado de São Paulo. Nos anos 2000, foram publicados os livros “Ascânio MMM: Poética da Razão” e “Ascânio MMM”.

Serviço:

Exposição “Grid” – Ascânio MMM

Abertura: quinta-feira (07), às 19h

Sala 1

Museu Oscar Niemeyer - Rua Marechal Hermes, 999 – Centro Cívico – Curitiba – Paraná

Com informações da Agência Estadual de Notícias