PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Com direito a gol de Valdívia, Chile vence Austrália

Notícias

14 de junho de 2014 06:03

Gabriel


Relacionadas

Visconde de Taunay recebe domingo corrida de rolimã

Alemães quebram parte da taça da Copa em comemoração

Ex-goleiro Gilmar é o novo coordenador de seleções

Brasil cai quatro posições no ranking da Fifa
Seleção alemã é recebida em Berlim por 500 mil pessoas
Suspeito de chefiar venda ilegal de ingressos se entrega
Presidente da CBF confirma saída de Felipão
PUBLICIDADE

Com um gol do meia Valdivia, do Palmeiras, o Chile venceu por 3 a 1 a Austrália na noite desta sexta-feira (13), na Arena Pantanal, em Cuiabá, pela 1ª rodada do Grupo B da Copa do Mundo. Além do feito na partida, o camisa 10 chileno foi muito bem, principalmente, no primeiro tempo, quando participou da armação das principais jogadas ofensivas. Valdivia, inclusive, ofuscou a atuação de Arturo Vidal, principal estrela da equipe e que mostrou que ainda está fora de ritmo após se recuperar de uma cirurgia no joelho direito. Só não foi melhor que Alexis Sanchez, autor de um gol e de uma assistência. Com a vitória, o Chile somou os três primeiros pontos e ficou à frente da seleção espanhola, goleada pela Holanda nesta tarde, na classificação da chave. Deste grupo, sairá o adversário do Brasil na próxima fase do Mundial, caso a seleção brasileira também se classifique. O próximo confronto dos chilenos será diante da Espanha, no dia 18, no Rio de Janeiro. Já a Austrália enfrenta a Holanda, no mesmo dia, em Porto Alegre. Apoiado por sua torcida que lotou o estádio, o Chile foi avassalador nos 15 primeiros minutos de jogo. Impondo uma forte marcação pressão e uma excelente troca de passes, o time sul-americano fez 2 a 0 e depois relaxou. Somente depois que viu os australianos diminuírem o placar, conseguiu reequilibrar o confronto. Aos 11min, após jogada confusa na grande área da Austrália, a bola sobrou para Alexis Sanchez, do Barcelona, chutar colocado no canto e abrir o placar da partida. O goleiro Ryan ainda tocou na bola antes de entrar. Dois minutos mais tarde, o mesmo atacante fez boa jogada individual na intermediária ofensiva e tocou para Valdivia. O meia do Palmeiras finalizou com categoria na entrada da área e ampliou o marcador para a equipe chilena. Antes do intervalo, o Chile diminuiu o seu ritmo e viu a Austrália se aproveitar da sua fragilidade na bola aérea para descontar em uma jogada isolada no campo de ataque. Após o cruzamento do lado direito aos 34min, o atacante Cahill ganhou na altura de Medel e cabeceou no alto, sem chances para o goleiro Bravo. Baseado no gol do primeiro tempo, a Austrália começou a tentar as jogadas por cima e abusou dos cruzamentos na etapa final. Em algumas jogadas, até conseguiu levar perigo à meta do goleiro Bravo e quase empatou em duas oportunidades se não fosse a atuação do camisa 1 do Chile. No final, o Chile suportou a pressão aérea feita pela equipe da Oceania e assegurou o resultado positivo até o apito final. De quebra, ainda fez o terceiro nos acréscimos. Aos 46min, após roubada de bola no meio de campo e rapido contra-ataque, Beausejour chutou da entrada da área e acertou o canto, decretando a vitória chilena.

CHILE Bravo; Isla, Medel, Jara e Mena; Diaz, Vidal (Gutiérrez), Aránguiz e Valdívia (Beausejour); Vargas (Pinilla) e Sanchez T.: Jorge Sampaoli AUSTRÁLIA Ryan; Franjic (McGowan), Davidson, Jedinak (Halloran) e Milligan; Spiranovic, Leckie, Oar e Cahill; Wilkinson e Bresciano (Troisi) T.: Ange Postecoglou Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT) Árbitro: Noumandiez Doue (CDM) Gols: Alexis Sanchéz, aos 11min., Valdivia, aos 13min. do 1°t, e Beausejour, aos 46min. do 2°t (Chile); Cahill, aos 34min. do 1°t (Austrália) Cartões amarelos: Cahill, Jedinak e Milligan (A); Aránguiz (C)

PUBLICIDADE

Recomendados