PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Vereador cobra segurança ao redor das universidades de PG

Ponta Grossa

10 de novembro de 2016 17:22

Afonso Verner


Relacionadas

PG tem noite trágica com morte de criança na PR-151

aRede inicia entrevistas com candidatos à diretoria da OAB

Magazine Enxovais faz Black Friday com até 50% de desconto

Black Friday vai movimentar o comércio ponta-grossense
PR está preparado para administrar estradas pedagiadas
Prefeitura realiza repescagem e 2ª dose da Coronavac
Lumen oferta almoço com música ao vivo em PG
Stocco (REDE) quer que o Poder Público olhe com mais atenção para o entorno das áreas universitárias da cidade. Foto: Imagem: Felipe Cepeluski
PUBLICIDADE

Geraldo Stocco (REDE) foi eleito em 2016 com ajuda do eleitorado universitário. Liderança busca apoio para um abaixo-assinado

Os crimes constantes no entorno de faculdades e universidades de Ponta Grossa têm incomodado os estudantes das instituições. No último dia 4 de novembro, um estudante voltou a ser assaltado dentro do Campus da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) em Uvaranas. Diante da demanda crescente e da constante sensação de insegurança, Geraldo Stocco, vereador eleito pela Rede Sustentabilidade em 2016, resolveu propor um abaixo-assinado para cobrar soluções por parte do Poder Público.

Estudante do curso de Direito da UEPG, Stocco garante que além da própria universidade, outras áreas estudantis estão “vulneráveis” diante do cenário de violência na cidade. “Hoje é um descaso muito grande com os universitários nessa área, infelizmente é só analisarmos as ocorrências que aconteceram dentro e ao redor de ambas para vermos que a situação não é das melhores”, contou Geraldo.

A expectativa do vereador é angariar assinaturas com os estudantes das instituições mais atingidas pela onda de insegurança. “A partir de segunda-feira vamos voltar a passar a lista com ajuda das atléticas e centro acadêmicos, nosso interesse é conquistar mais segurança para quem sempre está nesses locais”, pondera Stocco. O vereador da Rede Sustentabilidade vai cobrar melhorias em audiências em Curitiba.

Stocco quer se reunir com o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná, Wagner Mesquita de Oliveira. A reunião deverá ser mediada pelo deputado estadual Requião Filho (PMDB) e Stocco quer apresentar ao secretário as demandas do setor universitário.  “Acredito que uma audiência pública com o Governo Estadual, autoridades e universitários seria ideal para chegarmos em soluções efetivas para esse problema”, salienta Geraldo.

Em 2015, o reitor da UEPG, Luciano Vargas, já havia se reunido com lideranças da Polícia Militar (PM) para discutir as necessidades de reforçar a segurança na região. Através da assessoria de imprensa, a UEPG informou que mantém um sistema de vigilância patrimonial com câmeras e patrulhamento tático durante 24 horas. Além disso, a Universidade também adotou outras medidas para tentar diminuir a incidência de assaltos nos campus, especialmente em Uvaranas.

No site oficial, a UEPG ofereceu conteúdo específico para dar dicas de segurança aos funcionários e alunos. No ícone “UEPG mais segura”, o internauta encontra dicas para evitar situações de risco, além de rotas seguras dentro do Campus de Uvaranas. No entanto, a assessoria ressaltou que a insegurança dentro dos campus da UEPG é um problema social, agravado por algumas características do espaço, como o tamanho do campus em Uvaranas.

George cobra reforço na frota de viaturas

O vereador George de Oliveira (PMN) requereu, junto ao Governo do Estado, o envio de 30 novas viaturas para o 1º Batalhão da Polícia Militar (1º BPM) em setembro. O parlamentar afirmou que recebeu a “sinalização positiva” por parte do Governo do Estado em uma resposta a um ofício enviado à Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná (SESP). Segundo George, o reforço na frota é fundamental para manter a segurança em Ponta Grossa e nas outras oito cidades atendidas pelo 1º BPM. Em nota oficial, a Secretaria de Segurança confirmou a aquisição e novas viaturas, mas não forneceu informações sobre a destinação dos veículos.

PUBLICIDADE

Recomendados