PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Câmara aprova projeto para melhorar saúde bucal de crianças

Ponta Grossa

19 de julho de 2017 18:19

Afonso Verner


Relacionadas

PG terá 722 sessões para as eleições gerais de outubro

El Tomato é opção garantida de ótima gastronomia em PG

Cachorra morre ao levar choque em poste de parque de PG

Nucria prende padrasto que abusava de criança em PG
Inicie 2022 conquistando uma renda extra de R$ 2 até R$ 10 mil por mês
Viaduto entre PG e Carambeí recebe nome de Pedro Wosgrau
UEPG procura cursistas que não receberam a Bolsa Qualificação
Foto: Imagem: Kauter Prado
PUBLICIDADE

A Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) aprovou, em segunda discussão, o projeto de lei (PL) 100/2017. De autoria do vereador Geraldo Stocco Jr. (REDE), a proposta prevê a criação do programa ‘Criança sem carie’ e é baseada no trabalho já realizado pelo pai do parlamentar, o cirurgião dentista Geraldo Stocco (in memoriam). A proposta foi prevê um acompanhamento mais detalhado da saúde bucal das crianças atendidas na rede municipal de saúde pública.

Aprovada nesta quarta-feira (19) por todos os parlamentares que estavam no Plenário, a proposta agora seguirá para a sanção do prefeito Marcelo Rangel (PPS). Stocco usou a tribuna para ressaltar a importância da iniciativa e lembrou que o projeto já deu resultados efetivos nos postos de saúde em que seu pai atuava. “Meu pai conseguiu diminuir a incidência de caries em crianças de forma significativa com essa proposta”, contou o vereador.

O PL do vereador prevê um acompanhamento mais intenso dos cuidados com a saúde bucal de crianças entre 0 e 5 anos de idade – o controle seria feito tendo como base a carteira de vacinação. A intenção é que o Agente de Saúde que atue na rede municipal registre na carteira de vacinação as datas e os horários da consulta odontológica, com retorno marcado pelo menos uma vez ao ano.

Stocco (REDE) argumenta que um acompanhamento mais próximo da saúde bucal, desde os primeiros anos de vida, evita problemas mais graves no começo da infância. “Com uma ação simples, podemos evitar a incidência de caries nas crianças e fortalecer os cuidados com a saúde bucal”, explicou. Na tribuna, o presidente da Câmara, Sebastião Mainardes (DEM), fez elogios ao projeto. 

PUBLICIDADE

Recomendados