PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Vereadores que faltarem terão salário descontado

Ponta Grossa

23 de outubro de 2017 20:15

Stiven de Souza


Relacionadas

Secretária de Segurança prevê Ponta Grossa 100% monitorada

Obras de maltaria em PG terão início em março

Muffato construirá hipermercado no Jardim Carvalho

Prefeitura retira 10 toneladas de lixo em arroios após temporais
PG registra 999 novos casos da covid nesta sexta
Stocco aciona MP sobre filas em atendimentos de Ponta Grossa
Alunos do Colégio Agrícola e Caic são premiados na OBMEP
Mainardes critica vereadores novatos que colocaram transparência da Câmara Municipal em xeque Foto: Foto: Cristiano Barbosa
PUBLICIDADE

Entre bate-boca e troca de farpas, a Câmara de Ponta Grossa aprovou o Projeto de Resolução 05/2017,  da Mesa Executiva, que regulamenta os descontos nos salários dos vereadores que faltarem às sessões plenárias. Não houve nenhum voto contrário à proposta, que foi apresentada pelo presidente do Legislativo Sebastião Mainardes (DEM). 

De acordo com a resolução, os vereadores terão um dia de trabalho descontado caso faltem nas sessões e não apresentem justificativas previstas no regimento interno para as faltas. Na prática, o valor desconto será de aproximadamente R$ 300,00. Apesar de não haver nenhuma manifestação contra o projeto, a discussão foi tensa. Mainardes chegou a chamar a atenção dos parlamentares Geraldo Stocco (Rede) e Felipe Passos (PSDB), que questionavam uma emenda da Comissão de Obras e Serviços Públicos à resolução.

A pedido do presidente, a emenda, que suprimia a divulgação de uma lista de presença de cada sessão no site da Câmara, foi retirada. “Eu já falei, aqui, que os requerimentos das faltas dos vereadores, a partir deste momento, vai estar no nosso portal”, disse. “Ninguém tem nada para esconder aqui, muito menos eu. Se a falta for por motivo particular, será descontado o salário”, completou.

Além da emenda da Comissão, o projeto havia recebido uma emenda de Stocco, para que o desconto fosse de R$ 1.000,00. A emenda também foi retirada, já que somente membros da Mesa poderiam modificar a proposta. 


PUBLICIDADE

Recomendados