Padrinho de menino morto comprou arma há um mês

Ponta Grossa

29 de outubro de 2018 11:35

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Após tempora, bombeiros de PG atuam em cidades da região

Família procura idosa desaparecida em PG

Garoto se esconde embaixo de van para escapar da GM

Campanha de Natal da Acipg sorteará um Onix 0 km
Fogo destrói Kombi e assusta motoristas
Sanepar de PG implanta 100 km de redes de água
Confira os destaques da quarta-feira do Portal aRede
PUBLICIDADE

Na entrevista, ele confessa ser o autor do disparo acidental e diz ter pago cerca de R$ 2 mil na pistola; arma ainda não foi apreendida

Segue preso na 13ª Subdivisão Policial (SDP) o homem que confessou ser o autor do tiro acidental que causou a morte de uma criança de oito anos na noite deste domingo (28) em Ponta Grossa. O padrinho da vítima revelou ser o dono da pistola e disse que havia comprado a arma há menos de um mês por aproximadamente R$ 2 mil.

Em entrevista ao repórter Jefferson Cascavel, o suspeito revelou alguns detalhes do momento da tragédia. Ele disse ter dado um tiro para o chão e, no momento em que guardava a arma, um novo tiro foi disparado sem querer e atingiu o tórax do garoto. O menino chegou a ser socorrido, mas morreu pouco tempo depois.

O padrinho da vítima diz ter deixado a arma no local do incidente e correu para tentar socorrer o afilhado. A PM, no entanto, não localizou a pistola. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o caso.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede