Preso pela morte de Lidiane dá detalhes da noite do crime

Ponta Grossa

14 de março de 2019 14:09

Da Redação


Relacionadas

Colégio Elite Ponta Grossa promove Drive In

Rangel comemora início das obras no 2º Lago de Olarias

Prefeitura antecipa 13º e injeta R$ 13 mi na economia de PG

Indústria japonesa sonda PG para investimento
Prefeito e vice visitam obras no segundo Lago de Olarias
Lei prevê "drink emergência" para proteger mulheres de abuso em PG
PG se aproxima de 2 mil casos de Covid-19
PUBLICIDADE

Jhonatan Campos afirma que fui humilhado por Lidiane com várias ofensas na noite do crime

Suspeito do assassinato de Lidiane Oliveira, Jhonatan Campos, já está preso. O rapaz se apresentou na manhã de hoje (14) na 13ª Subdivisão Policial, acompanhado de sua advogada. De acordo com as informações recebidas até o momento, Jhonatan ficará na 13ªSDP até amanhã, quando participará de uma audiência de custódia, e na sequência encaminhado a Cadeia Pública de Ponta Grossa Hildebrando de Souza.

Jhonatan passou por interrogatório nesta manhã. Segundo ele, o assassinato foi motivado por ciúmes devido ao fato de que Lidiane seria, supostamente, uma garota de programa. Em entrevista coletiva, o rapaz disse ter sido humilhado por Lidiane com várias ofensas, na noite do crime.

A advogada de Jhonatan, Cleonice Silva, afirma que seu cliente tem como provar que Lidiane se prostituía. Além disso, ela informou ainda que Jhonatan só não se apresentou antes, pois a manhã de hoje era o único horário disponível na agenda da responsável pela defesa.

O advogado criminalista Ângelo Pilatti Junior atuará como assistente de acusação.

PUBLICIDADE

Recomendados