Família recorre à Justiça para liberar corpo no IML

Ponta Grossa

17 de junho de 2019 15:25

Da Redação


Relacionadas

Pequenos autores recebem seus livros em noite especial

Senai promove evento de carros antigos em PG

Hackers expõem dados de servidores da Prefeitura de PG

Homem é alvejado a tiros em tocaia no Panamá
Estudante negra é vítima de racismo no Regentão
Tribunal do Júri condena homem a 11 anos de prisão
Homem é vítima de tentativa de homicídio em PG
Corpo encontrado no fim de semana, às margens da PR-348, em Teixeira Soares, pode ser de João Paulo dos Santos Silva, 21 Foto: Divulgação/Família
PUBLICIDADE

Corpo encontrado no fim de semana, às margens da PR-348, em Teixeira Soares, pode ser de João Paulo dos Santos Silva, 21 

O corpo encontrado no fim de semana, às margens da PR-348, em Teixeira Soares, na região de Ponta Grossa, pode ser de João Paulo dos Santos Silva, 21, que está desaparecido desde o último 12 de junho. A informação é da madrinha dele, Helena Oliveira. ‘A mãe dele, Silmara dos Santos Camargo, esteve no IML para fazer o reconhecimento nessa segunda-feira (17). Só que será preciso de autorização judicial para a liberação do corpo’, comenta, sem fornecer outros detalhes.

A família de João Paulo reside à Rua Oswaldo Gomes, no bairro Nova Rússia. Ele havia saído de casa na companhia de amigos e não deu notícias. Os familiares souberam através do portal aRede da localização de um corpo, foram ao IML e o reconheceram através das roupas. O órgão, procurado pela redação, não confirmou e nem desmentiu a informação.

Segundo a PM, não foi possível identificar as características da vítima, que apresentava várias lesões no corpo ocasionadas por arma branca e teve as roupas, pele e o cabelo queimados parcialmente. De acordo com a Polícia Civil de Teixeira Soares, um galão de gasolina foi encontrado próximo ao corpo da vítima. O caso permanece sob investigação.

 

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização