UEPG atenderá 12 mil pessoas em quatro cidades

Ponta Grossa

17 de junho de 2019 20:29

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Negociação beneficia empresas de Ponta Grossa

UEPG promove oficinas com encontro de gerações

Unopar amplia possibilidade de ingresso ao Ensino Superior

Feira Verde recebe 1.500 T de reciclável no primeiro semestre
“UEPG impacta R$ 0,5 bi na economia local”, diz reitor
ACIPG visa expandir pontos de consulta de SPC/Serasa
Justiça autoriza PG a cobrar taxa de lixo sobre garagens
Coordenadores da Operação anunciaram que 120 pessoas estão envolvidas no projeto Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Lançamento da Operação aconteceu nesta segunda-feira (17) na Reitoria da UEPG. Prefeitos e autoridades prestigiaram evento

O Núcleo Extensionista Rondon (NER) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) lançou nesta segunda-feira (17) a Operação Rondon deste ano. O evento de lançamento aconteceu às 10h na Sala dos Conselhos, no Campus de Uvaranas, e contou com a presença de autoridades da Universidade e prefeitos, além de representantes de instituições parceiras que também participarão das ações. A expectativa é que a Operação atinja de 10 a 12 mil pessoas entre os dias 21 de julho e 3 de agosto.

O coordenador da Operação, Silvio Luiz Rutz da Silva, apresentou números e retrospectivas sobre as operações anteriores - o NER atua desde 2015 e esta é a quarta Operação Rondon realizada pelo grupo. "A operação tem um caráter de integração da comunidade com a comunidade que a cerca, neste caso vamos atuar em municípios sob a área de influência da UEPG", explicou Silvio.

Em 2019, a Operação Rondon da Universidade com as instituições parceiras terá 120 pessoas envolvidas e a estimativa é que cerca de 60 delas sejam ligadas diretamente à UEPG. "Além da interação com a comunidade, a Operação também contribui para a formação dos acadêmicos e interação com a população, fazendo com que eles [estudantes] enxerguem a realidade mais de perto", conta Silvio.

O vice-reitor da UEPG, professor Everson Krum, participou da cerimônia e destacou a importância das atividades da Operação, especialmente diante do atual momento político. "Temos muito orgulho da Operação, especialmente neste momento em que as ações da Universidade são questionadas. Damos esse retorno para a sociedade há tanto tempo, retorno este que conta com a dedicação dos estudantes e professores e muitas vezes o retorno não é visível", afirmou Krum.


Municípios e parcerias

A Operação Rondon da UEPG atuará em 2019 em quatro municípios dos Campos Gerais: Imbaú, Irati, Prudentópolis e Fernandes Pinheiro. Em Imbaú, por exemplo, a UEPG atuará em parceria com a Unicentro, especialmente com alunos do Campus da Unicentro em Irati. Já no município de Irati a UEPG será parceria da UTFPR, em Prudentópolis a parceria acontecerá com a UFPR e em Fernandes Pinheiro a atuação será em parceria com a PUC - Paraná.


Prefeitos e representantes presentes

O evento de lançamento contou com a presença dos prefeitos de Irati e Imbaú, Jorge Derbli e Lauir de Oliveira, respectivamente. Já o município de Fernandes Pinheiro foi representado pelo vereador Oziel Gomes Alves. O diretor do campus da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Antonio Augusto Xavier, e o professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Sandro Miguel Mendes, também participaram do encontro - as duas instituições são parceiras no processo.

A professora Clóris Grden, pró-reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (PROEX), também participou do evento. 

Com informações da Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede