Megaoperação desmonta quadrilha de tráfico de drogas

Ponta Grossa

18 de junho de 2019 07:15

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Parques oferecem atividades especiais no domingo

Grande Queima Palladium começa na quinta-feira (18)

Grande Queima Palladium Ponta Grossa começa amanhã 

UniSecal promove semana com descontos para novos alunos
13º BIB inicia restauro da Maria Fumaça em PG
Lutador de PG morre e comove comunidade do MMA
Hospital Universitário completa um ano sem infecções urinárias
PUBLICIDADE

Mais de 60 policiais civis cumprem 32 mandados de prisão e de busca e apreensão em Ponta Grossa e também no Oeste do Paraná

A Polícia Civil deflagrou uma megaoperação na manhã desta terça-feira (18) para desarticular uma quadrilha envolvida com o tráfico de drogas em Ponta Grossa e na região dos Campos Gerais. Organizada pelo delegado-chefe da 13ª Subdivisão Policial (SDP), Nagib Nassif Palma, a operação envolveu mais de 60 agentes que atuaram no cumprimento de 32 mandados de prisão e de busca e apreensão em várias regiões da cidade e também no Oeste do Estado.

De acordo com o delegado, a investigação já dura mais de três meses e chegou ao final nesta terça. Foi preso o grupo que trazia drogas do oeste paranaense para a região. Ainda não foram divulgados os números finais da operação, mas houve prisões e apreensões de crack, maconha, balanças de precisão e vários outros objetos relacionados ao comércio de drogas.

Além dos investigadores, a operação também contou com o apoio do helicóptero e do Canil da Polícia Civil. Segundo Palma, foram cumpridos 11 mandados de prisão, 16 de busca e apreensão e outros cinco de apreensões de veículos. Alguns dos alvos da polícia seriam ligados a uma organização criminosa do estado de São Paulo.

Durante as investigações, aproximadamente 38 quilos de drogas foram apreendidos. O delegado explica que “o grupo utilizava adolescentes e mulheres para trazer a droga da fronteira com o Paraguai e estima-se que centenas de quilos de entorpecentes tenham sido introduzidos pelo grupo no mercado local”.

Segundo o delegado-chefe da 13ª SDP, “a Polícia Civil de Ponta Grossa tem concentrado seus esforços no combate ao médio e pequeno tráfico que atinge a região, e com isso combatemos outros crimes como homicídios, furtos e roubos, receptação, porte de arma, ameaça e receptação”.

Após o término da ação, a Polícia Civil deve divulgar os números finais das prisões e apreensões.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede