Advogado Davi Artero morre em acidente na BR 373

Ponta Grossa

10 de julho de 2019 19:22

Da Redação


Relacionadas

Feira Delivery: projeto apoiado pela Prefeitura está suspenso

Policiais promovidos são homenageados em PG

Transporte escolar solicita aprovação de projeto na Câmara

Prefeito estuda uso de ‘face shield’ nas escolas municipais de PG
Garoto fica ferido após ser atropelado no Jardim Gianna
Em PG, 66% dos casos de covid-19 estão recuperados
GM acaba com festa clandestina e prende homem
O acidente aconteceu, por volta das 15h10, desta quarta-feira (10), no km 196,2 da BR-373, em Ponta Grossa/PR, próximo da Ponte do Rio Tibagi Foto: Reprodução/Facebook
PUBLICIDADE

Advogado morreu após o carro que estava dirigindo ser frontalmente atingido por outro veículo que invadiu a pista contrária na BR-373

O advogado Davi Alessandro Donha Artero, morreu após o carro que estava dirigindo ser frontalmente atingido por outro veículo que invadiu a pista contrária. O acidente aconteceu por volta das 15h10, desta quarta-feira (10), no km 196,2 da BR-373, entre os municípios de Ponta Grossa e Imbituva, próximo da Ponte do Rio Tibagi. Davi, que tinha 43 anos, chegou a ser atendido no local pela ambulância da concessionário Caminhos do Paraná e foi encaminhado com lesões graves para o Hospital Universitário (HU), mas morreu ao dar entrada na unidade de saúde. 

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo Volkswagen Fox com placas de Prudentópolis vinha no sentido contrário da rodovia e, ao entrar numa curva, invadiu parte da pista contrária, colidindo frontalmente contra o veículo Toyota Etios Sedan que o advogado dirigia. A outra vítima da colisão, uma mulher de 60 anos, foi encaminhada pelo Siate ao Hospital Unimed em Ponta Grossa, com lesões graves.

Este trecho da BR-373 é de pista simples. Por causa do acidente, a estrada ficou aproximadamente 45 minutos fechada parcialmente. Os veículos envolvidos na colisão foram retirados do local no início da noite.

As circunstâncias e responsabilidades pelo acidente serão apuradas através de inquérito policial. A autoridade policial se baseará em levantamentos realizados pela PRF, além de laudos do Instituto de Criminalística e do Instituto Médico Legal (IML).

O advogado e sócio-proprietário do Escritório Davi Artero & Advogados Associados era graduado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), especialista em Direito Eleitoral e Processo Eleitoral e Pós-Graduado em Direito Administrativo. Davi Artero, estava finalizando o Doutorado em Ciências Jurídicas e Sociais (UMSA, Buenos Aires - Argentina). Ele também atuou no Departamento Jurídico da Câmara de Ponta Grossa. Em fevereiro, o advogado lançou o livro 'Críticas a uma sociedade ultrapassada'. A obra traz reflexões e questionamentos sobre as constantes mudanças da sociedade e também discute ideias e valores sociais.


Lideranças lamentam morte

Autoridades da política, do meio jurídico, associações e entidades de Ponta Grossa e da região dos Campos Gerais, manifestaram suas condolências pela morte do advogado e escritor  Davi Alessandro Donha Artero, ocorrida no acidente da BR-373.  As manifestações ocorreram através das redes sociais. O corpo de Artero chegou ao IML no início da noite dessa quarta-feira (10), e até o fechamento desta edição não havia sido liberado para a família.

PUBLICIDADE

Recomendados