Projeto pretende acabar com ‘estelionato eleitoral’ no PR

Ponta Grossa

11 de julho de 2019 18:44

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Homem é esfaqueado ao lado do Terminal de PG

Sicredi participa da Feira Paraná 2019

PG se une para ajudar jovem que sofreu AVC

Vestibular da UniSecal traz 18 cursos presenciais
Acidente entre dois carros deixa um ferido no Órfãs
5ª Igreja Batista Fonte da Vida celebra aniversário
Prefeitura e Prolar lançam o ‘Casa do Servidor PG’
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Ricardo Zampieri e Valtão entregaram minuta da proposta, que já é lei em Ponta Grossa, para a deputada Mabel Canto (PSC). Objetivo é fazer com que a medida também funcione em todo Estado.

Os vereadores Ricardo Zampieri (PSL) e Valtão (PP) apresentaram no início da semana uma proposta à deputada Mabel Canto (PSC) que pretende acabar com o chamado ‘estelionato eleitoral’. A medida foi aprovada recentemente pela Câmara de Ponta Grossa e, agora, o objetivo é fazer com que ela também seja aplicada em nível estadual.

Durante o encontro, os vereadores apresentaram uma minuta de um projeto de lei que obrigaria o governador paranaense a prestar contas de tudo o que foi prometido durante a campanha eleitoral e também das medidas que toma frente ao Estado. A proposta obrigaria a apresentação de metas quantitativas e qualitativas também para as secretarias de Estado e demais subpastas, como autarquias, agências e superintendências, por exemplo.

Para Zampieri, a medida poderia acabar com ‘falsas promessas’ durante o período de eleições. “É uma medida que conseguimos colocar em prática em Ponta Grossa e acredito que também seja possível no Estado com a Mabel. A aprovação representaria acima de tudo o respeito com a população paranaense e com os eleitores”, diz o vereador.

A mudança na legislação ainda prevê que o plano de metas e os resultados da gestão serão apresentados à população em audiência pública realizada até o último mês do mandato. As ‘promessas’ de cada gestão precisariam ser apresentadas em um endereço na internet durante todo o mandato, além de serem publicadas no Diário Oficial do Estado.

“A deputada Mabel Canto se mostrou bastante solícita com a proposta e disposta a levá-la até a Assembleia Legislativa. Acredito que o projeto deva ganhar o apoio de outros deputados”, afirma Valtão. A proposta, em nível municipal, foi criada por ele e por Zampieri.

Informações da Assessoria de Imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização
aRede aRede
aRede
aRede