Polícia combate grupo estrangeiro por agiotagem

Ponta Grossa

13 de agosto de 2019 07:38

Da Redação


Relacionadas

Prefeitura inicia Semana da Qualificação Profissional

Cesta básica sobe 2,94% e atinge o maior valor do ano

Hospital Municipal recebe reforma nas enfermarias

Hospital Municipal recebe novas enfermarias
Rudolf entrega moção a Bueno por prisão em 2ª instância
Acipg sedia audiência sobre ‘Tarifa Zero’ no transporte
Câmara aprova licitações no transporte; VCG deve ir à Justiça
PUBLICIDADE

Colombianos estariam emprestando dinheiro a juros abusivos e fazendo ameaças para cobrar os devedores, segundo a polícia


Oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos na manhã de terça-feira (13) pelas polícias Civil e Federal nos bairros Órfãs e Boa Vista em Ponta Grossa. A operação conjunta teve como foco um grupo de colombianos que estaria praticando agiotagem no município.

Conforme foi apontado pela Polícia Civil, os estrangeiros forneciam serviços de empréstimos através de cartões ou panfletos para comerciantes da cidade. Depois, as cobranças eram diárias e os juros eram abusivos, podendo chegar a 1% ao dia. A pena para o crime de usura (agiotagem) é de até dois anos de prisão e multa. Conforme a Polícia Civil, esse tipo de prática ainda pode estar aliado a outros crimes, como extorsão, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

De acordo com o delegado-chefe da 13ª Subdivisão Policial (SDP), Nagib Nassif Palma, o grupo pressionava as vítimas várias vezes por dia fazendo cobranças. "Funciona como uma espécie de máfia, empresta dinheiro e depois vai cobrar diariamente". Em uma das oportunidades, segundo a polícia, um dos membros do grupo foi até o devedor armado e ameaçou danificar seu estabelecimento comercial caso o pagamento não fosse realizado.

A Polícia Civil foi responsável pelo cumprimento dos mandados, enquanto a Polícia Federal está analisando a situação de cada estrangeiro no país, verificando a documentação necessária para a migração. Ao todo 11 colombianos foram ouvidos pelas polícias Civil e Federal.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização