“Lembro dela no chão pedindo socorro”, diz presa

Ponta Grossa

11 de setembro de 2019 10:06

Da Redação


Relacionadas

Equipe de cheerleading de PG conquista campeonato nacional

Münchenfest reúne famílias e consolida novo formato

Estado premiará policiais por armas apreendidas

Consultoria é o diferencial para o crescimento de uma empresa
Educação conecta professores em nova rede de projetos
LBV entrega cestas básicas para famílias carentes
Papai Noel faz a festa no Parque Linear com triciclo
PUBLICIDADE

Mulher de 18 anos confessou ter desferido facadas em mulher, revela que o crime foi motivado por ciúmes e garante não estar arrependida

Em entrevista ao repórter Jeferson Cascavel, parceiro do portal aRede, a jovem de 18 anos envolvida no assassinato de uma mulher revela detalhes do planejamento e execução do crime cometido na madrugada desta quarta-feira (11). Sem arrependimento, ela diz que tinha usado drogas antes de praticar o homicídio e afirma que a motivação foi passional.

A mulher e a adolescente que foram detidas pelo crime moram na Vila Real e foram de ônibus até a região do Santa Mônica porque sabiam que iriam encontrar a vítima naquele local. “Ela ficava se jogando no colo dos nossos maridos, assim não dá, daí morreu mesmo”, justifica a suspeita, afirmando ainda que a dupla saiu de casa com a intenção de tirar a vida da vítima.

A mulher diz ainda que não se lembra de quantas facadas deu na mulher e acredita que “foi mais de 15” – os peritos encontraram pelo menos seis ferimentos no corpo da vítima. “Só lembro que ela estava esticada no chão pedindo socorro”, completa, acrescentando que tampava a boca da vítima para que ninguém escutasse.

Presa em flagrante pelo assassinato, ela diz que não está arrependida e revela que usou cocaína antes de cometer o crime – ela diz ser usuária da droga. Conforme já foi explicado em matéria do portal aRede, as duas suspeitas foram encontradas tentando arrombar um posto de combustíveis perto do local do crime e acabaram identificadas pelo envolvimento no homicídio pelas roupas sujas de sangue.

O relato completo da mulher você pode acompanhar no player acima. Reveja as outras matérias sobre o caso:

Mulher é achada morta a facadas no meio da rua

Dupla suspeita de matar mulher é detida em posto

IML identifica jovem assassinada a facadas em PG

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização