PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Operário emite nota de repúdio por assédio

Ponta Grossa

06 de novembro de 2019 15:11

Cristiano Barbosa


Relacionadas

Testemunhas não aparecem e audiência de Valtão é cancelada

Adiado o júri do motorista que atropelou e arrastou idoso

Dia das Mães deve movimentar comércio de PG

'Vem Aprender’ completa um ano na rede municipal
Homem é preso ao tentar furtar cabos na praça do Ponto Azul
Romulo Cury lança campanha 'B-Day Solidário'
Operação da PM prende 11 pessoas em Ponta Grossa
O clube destaca-se historicamente militando pela igualdade em todas as instâncias e reafirma esse compromisso promovendo constantemente campanhas de conscientização. Foto: Arquivo
PUBLICIDADE

A fotógrafa Milena Oliveira foi desrespeitada por torcedor em partida contra o Criciúma (05) no Estádio Germano Krüger.

Em meio de nota publicado nesta quarta-feira (6) o Operário Ferroviário Esporte Clube repudiou a atitude de um torcedor que teria por meio de palavras desrespeitado a profissional que estaria trabalhando na cobertura da partida.

“O Operário Ferroviário Esporte Clube vem, por meio de nota oficial, repudiar o desrespeito praticado contra a fotógrafa Milena Oliveira, em partida contra o Criciúma (05) no Estádio Germano Krüger.

O clube destaca-se historicamente militando pela igualdade em todas as instâncias e reafirma esse compromisso promovendo constantemente campanhas de conscientização.

Em setembro deste ano, o Operário Ferroviário lançou a campanha ‘O Operário é de todos’, a fim de combater comportamentos discriminatórios durante os jogos de futebol e continuará na luta por um mundo mais igualitário e humanizado.

O Germano Krüger é um ambiente democrático, mas que não tem espaço para intolerância, ódio e desrespeito.

Prestamos nossa solidariedade à Milena Oliveira e colocamo-nos à disposição para o que for preciso.”

Internautas em meio de redes sociais também repudiaram a atitude do torcedor que agiu de forma isolada pronunciando vários palavrões.

O tema Assédio e agressão a mulher nos estádios vem sido debatido ao logo dos anos por jornalistas e clubes de futebol de todo Brasil.

PUBLICIDADE

Recomendados