PG estuda ampliar terceirização dos serviços de ‘tapa-buracos’

Ponta Grossa

02 de dezembro de 2019 18:43

Rodrigo de Souza


Relacionadas

Estado faz licitação para compra de hortifruti em PG

Ciclista fica ferido após acidente na Carlos Cavalcanti

Jardim Carvalho e Olarias devem ficar sem água quinta

Solidariedade: hamburgueria de PG troca alimentos por lanche
Após abordagem, PM prende grupo com drogas em Uvaranas
UTFPR-PG promove doação individual de escudos faciais
Cidadão critica adicional de insalubridade e servidores reagem
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Segundo Márcio Ferreira, objetivo é terceirizar todos os serviços, fazendo com que funcionários da pasta fiquem responsáveis somente pela fiscalização dos trabalhos.

A Secretaria Municipal de Serviços Públicos de Ponta Grossa avalia a possibilidade de terceirizar todas as atividades ligadas à manutenção de vias e galerias. A informação foi dada pelo secretário Márcio Ferreira. Atualmente o serviço já é parcialmente realizado por empresas terceirizadas, mas o objetivo é fazer com que todo o trabalho seja feito pelas contratadas.

“Em breve nosso plano é que nossos funcionários só administrem os terceirizados. Isso tem dado certo no mundo todo e não temos que ficar aqui ‘inventando a roda’. Nosso objetivo é terceirizar desde recapeamento, asfalto, patrolamento, cascalhamento... tudo. Nossos funcionários só irão atender”, contou o secretário.

Ferreira explicou que, com o crescimento da cidade e o aumento de vias pavimentadas, os serviços da pasta consequentemente também tendem a ficar maiores, exigindo a atuação de mais pessoas nos serviços de manutenção. “Ponta Grossa está crescendo demais, o que é bastante benéfico e amplia nosso trabalho. O prefeito lançou um programa de 100 km de pavimentação, então são muitos novos bairros que devem precisam da manutenção”, explicou.

O processo de terceirização dos serviços, que também incluem a manutenção de galerias, começou em 2018. Ele foi sugerido pelo próprio secretário e aceito pelo prefeito Marcelo Rangel (PSDB). Agora a proposta é ampliar a terceirização. “A eficiência é outra. As empresas terceirizadas chegam às 7 horas da manhã na frente de trabalho e ficam até as 7 horas da noite. Eles querem receber pelo serviço e acabar a obra o quanto antes”, disse.

Na época em que foi anunciado o processo de terceirização, em 2018, o secretário também apontou vantagens do ponto de vista logístico. “Quando contratamos uma empresa de asfalto usinado, por exemplo, muitas vezes ficamos esperando a empresa entregar o produto no local da operação, isso atrasa o serviço e prejudica a otimização do processo”.

Pasta poderá dar mais atenção para outros serviços

Com a terceirização dos processos referentes à manutenção de vias, a secretaria de Serviços Públicos terá mais tempo para analisar e colocar em prática ações em outros pontos da cidade, como poda de árvores e manutenção de espaços públicos. “Nós temos trabalhado em várias frentes, na tentativa de conseguir ao menos amenizar algumas situações mais graves”, disse. Ainda não há um prazo para que o serviço seja terceirizado por completo. A expectativa é que ele seja implantado de maneira gradual.

PUBLICIDADE

Recomendados