PG é a 10ª no Sul do Brasil com investimentos na educação

Ponta Grossa

02 de dezembro de 2019 20:28

Da Redação


Relacionadas

Saúde confirma mais um caso da Covid-19 e PG chega a 70

PG registra mais um caso da Covid-19 e total chega a 69

Bebê de 40 dias é encontrado morto pelos pais

PG registra dois novos casos e total chega em 68
Unimed oferece testes sorológicos da Covid-19
Polícia Civil prende trio envolvido em assalto a supermercado
UBS de PG promove aulas online com dicas de saúde
Ponta Grossa implementou recentemente o ensino integral em sua grade curricular Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Dado revela que o município investiu mais de R$ 7,5 mil por aluno em 2018, registrando um aumento em relação a 2017

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) disponibilizou informações, através do anuário Multi Cidades – Finanças dos Municípios do Brasil, apontando que as cidades selecionadas na Região Sul ampliaram os recursos aplicados em educação em 2018. Dos 17 municípios analisados, cinco tiveram retração no gasto desta área, sendo duas capitais.

Porto Alegre (RS) foi a que apresentou a maior queda: 38,9%, caindo de R$ 1,04 bilhão aplicados em 2017 para R$ 635,6 milhões em 2018. No entanto, a forte variação deveu-se apenas a alterações contábeis, quando as despesas com a previdência dos inativos da educação de 2018 foram realocadas no balanço. Curitiba (PR), por sua vez, aparece com retração de 4%, passando de R$ 1,34 bilhão para R$ 1,29 bilhão. Essa situação foi conferida ainda nas cidades de São José dos Pinhais (PR), com queda de 16,2%; Santa Maria (RS), com 4,3%; e Maringá (PR), com 3,5%.

Já os principais avanços entre as cidades selecionadas pelo estudo foram Florianópolis (SC), com aumento de 7,2%, ampliando o gasto de R$ 419 milhões em 2017 para R$ 449 milhões em 2018; Viamão (RS), que aumentou de R$ 141,3 milhões para R$ 150,7 milhões, no período analisado, com alta de 6,7%; e Cascavel (PR) e Londrina (PR), com altas de 6%. Os valores são corrigidos pelo IPCA médio do ano.

Ponta Grossa possui, atualmente, 30.794 alunos e registrou 2018 um investimento de R$ 233.211,30, totalizando despesas de R$ 7.573,27 por aluno e assim ocupando a 10ª posição no ranking das cidades que gastam mais em educação no Sul do Brasil.  

“Com os recursos investidos, Ponta Grossa instituiu uma grande rede de Educação em tempo integral, organizou um amplo programa para a formação de professores, investiu em infraestrutura e oferece uma Educação de qualidade reconhecida por diversos especialistas em todo o Brasil”, comenta a secretária de Educação do município, professora Esméria de Lourdes Saveli.


Município investe R$ 1,5 bilhões desde 2013 na pasta

Segundo informações da Assessoria de imprensa da Prefeitura, o Executivo está investindo cerca de R$ 1,5 bilhão, Segundo informações da Assessoria de imprensa da Prefeitura, o Executivo está investindo cerca de R$ 1,5 bilhão, desde 2013, somente no setor da educação. Este dinheiro é adquirido através do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), o qual “25% é constitucionalmente garantido” para esta pasta, complementa a assessoria. Dentre os principais gastos da Secretaria Municipal de Educação (SME), a folha de pagamento dos funcionários ocupa a primeira posição.

PUBLICIDADE

Recomendados