Reunião define o trajeto da Maria Fumaça de Natal

Ponta Grossa

03 de dezembro de 2019 11:02

Da Redação


Relacionadas

Empresas destacam cuidados ao retomar atividades

Professor Edson defende conquistas históricas do PT

Pietro e Aliel recebem pais de alunos do colégio Sesi de PG

Conselho divulga carta contra mudança no prédio da Estação Paraná
Fundação de Saúde registra 65 novos casos de Covid
Pequena Letícia precisa de ajuda para sobreviver
Congresso Internacional debate Sociedade de Risco
De acordo com a Rumo Logística, a Maria Fumaça de Natal sairá por volta de 20h do bairro Costa Rica Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Locomotiva passará por bairros de Ponta Grossa na sexta-feira (6) a partir das 20h. Reunião acertou detalhes do apoio da Prefeitura de Ponta Grossa

Uma reunião na segunda-feira (2) entre Prefeitura de Ponta Grossa e Rumo Logística acertou os últimos detalhes para a passagem da Maria Fumaça de Natal nos trilhos que cortam a cidade. A atração ocorrerá na sexta-feira (6) a partir das 20h. Ao todo, serão 15 quilômetros de percurso.

A locomotiva transportará quatro vagões iluminados, sendo uma iniciativa da Rumo Logística, concessionária da ferrovia. É a primeira vez que Ponta Grossa receberá a atração.

De acordo com a Rumo Logística, a Maria Fumaça de Natal sairá por volta de 20h do bairro Costa Rica. Ela ainda passará pelos bairros Panamá, Londres, Uvaranas, Jardim Paraíso e São Francisco. Em todos existirão pontos de visualização.

A Vice-Prefeitura de Ponta Grossa auxiliou na articulação para que a Maria Fumaça de Natal pudesse ser mais uma das atrações durante as festas de fim de ano à população.

“O projeto Rumo ao Natal já acontece e quando soubemos da possibilidade de vir a Ponta Grossa, fizemos questão de articular isso para trazer o espírito natalino às comunidades da cidade por onde o trem passará. Tenho certeza que essa tradição vai aflorar o amor pelo Natal na população”, comentou a vice-prefeita Elizabeth Schmidt.

A atração ainda conta com apoio da Guarda Municipal, que fará a segurança às margens dos trilhos; da Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT), responsável pela interdição de parte das ruas sobre os viadutos para garantir a visualização da população por onde o trem passará; e da Companhia Pontagrossense de Serviços (CPS), que cederá um caminhão pipa com capacidade de 8 mil litros de água para fazer o vapor da locomotiva durante o percurso.

Para 2019, a Maria Fumaça recebeu restauração. A locomotiva usada neste ano é de 1884, sendo fabricada nos Estados Unidos. Ela foi uma das primeiras a circular na ferrovia Paranaguá-Curitiba.

Informações Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados